fazedores

É mulher e quer combater as alterações climáticas? Este hackaton é para si

Primeira gala da comunidade Portuguese Women in Tech realizou-se na Alfândega do Porto em outubro de 2018.
Primeira gala da comunidade Portuguese Women in Tech realizou-se na Alfândega do Porto em outubro de 2018.

Hackaton da associação Portuguese Women in Tech irá contar com até 70 participantes, todas do sexo feminino, e irá decorrer na Alfândega do Porto.

Portugal vai ter o primeiro hackaton exclusivamente para mulheres. No dia 28 de setembro, a comunidade PWIT – Portuguese Women in Tech vai promover uma maratona de procura de soluções para combater as alterações climáticas na Alfândega do Porto. São esperadas entre 50 e 70 participantes, divididas em equipas que vão misturar mulheres do ecossistema tecnológico com estudantes do sexo feminino do ensino básico e secundário.

Dentro do tema das alterações climáticas, as equipas terão de desenvolver soluções em áreas como a economia circular, mobilidade, sistemas alimentares, gestão de desperdícios e temperaturas extremas.

“Cada equipa deve colocar-se à prova para desenvolver a melhor solução para um dos problemas, receber feedback dos mentores (especialistas portugueses e internacionais de cada temática estarão disponíveis para ajudar) e aprender novas ferramentas”, assinala a nota de imprensa divulgada esta quarta-feira.

Leia mais: Feminismo digital: à procura de igualdade no mundo da tecnologia

Cada equipa vai ter entre dois e quatro membros: o quinto elemento será uma estudante do ensino básico e secundário. Desta forma, a comunidade PWIT pretende “aproveitar o momento para introduzir jovens mulheres a uma realidade que, muitas vezes, só se proporciona mais tarde na sua carreira profissional”, sobretudo nas áreas da Ciência, Tecnologia, Matemática e Engenharia.

As inscrições para este hackaton podem ser feitas através desta página até ao dia 21 de setembro.

A melhor equipa deste hackaton vai receber um prémio de 1500 euros. Todas as equipas criadas neste hackaton também poderão participar no bootcamp Hack For Good Gulbenkian, que vai decorrer no dia 19 de outubro no Porto Innovation Hub, no centro do Porto.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

Foto: D.R.

TAP soma prejuízos de 111 milhões até setembro. E contrata 800 em 2020

Outros conteúdos GMG
É mulher e quer combater as alterações climáticas? Este hackaton é para si