aquisição

Eat Tasty compra startup de pequenos-almoços ao domícilio Breadfast

Rui Costa e Orlando Lopes da Eat Tasty, com Francisca Veloso e Sara Batalha nas instalações da empresa. 
Fotografia: Reinaldo Rodrigues/Global Imagens
Rui Costa e Orlando Lopes da Eat Tasty, com Francisca Veloso e Sara Batalha nas instalações da empresa. Fotografia: Reinaldo Rodrigues/Global Imagens

Ambas as empresas atuam no setor da entrega de comida em casa dos clientes e as duas andavam a registar indicadores de sucesso.

A Eat Tasty, startup de entrega de refeições caseiras, liderada por Rui Costa e Orlando Lopes, comprou a Breadfast, de pequenos-almoços ao domicílio, fundada por Mário Tarouca. A informação foi apurada pelo Dinheiro Vivo, confirmada por fonte da empresa, sendo que nenhuma das partes quis comentar o negócio. Desconhece-se, para já, o valor e condições da aquisição.

É mais um sinal do sucesso da Eat Tasty que, em 2019, comemorou o seu terceiro aniversário com 140 mil refeições entregues, mais de 10 mil utilizadores registados e 370 mil euros de investimento. A startup anunciou recentemente a inauguração de um espaço em Madrid, pretendendo para tal duplicar a equipa. Houve também um melhoramento nas ementas e a introdução de novas receitas.

O Dinheiro Vivo sabe que a Eat Tasty está atualmente a negociar uma nova ronda de financiamento. Entre os seus investidores contam-se já a Bright Pixel, a Caixa Capitale Miguel Santo Amaro, um dos fundadores da Uniplaces.

 

Quanto à Breadfast, no início do ano tinha anunciado uma parceria com a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares. O acordo proporcionava “condições exclusivas” para os sócios da AHRESP. Nomeadamente, os alojamentos locais que aderirem a este programa não precisam de pagar a taxa de entrega do pequeno-almoço e podem receber descontos. Também podem conseguir comissões ou descontos por recomendarem a startup ou por revenderem os menus.

Com esta aquisição, a Eat Tasty poderá aumentar de forma significa a sua carteira de clientes, até porque em 2018 a Breadfast tinha já comprado a concorrente A Tigela Nova, reforçando reforçar a carteira de clientes no mercado particular e empresarial.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(João Silva/ Global Imagens)

Há quase mais 50 mil imóveis de luxo a pagar AIMI

(João Silva/ Global Imagens)

Há quase mais 50 mil imóveis de luxo a pagar AIMI

Angela Merkel e Donald Trump. Fotografia: REUTERS/Kevin Lamarque

FMI corta crescimento da Alemanha, mas Espanha ainda compensa

Outros conteúdos GMG
Eat Tasty compra startup de pequenos-almoços ao domícilio Breadfast