fazedores

EDP acelera startups em três continentes. Prémio final é de 50 mil euros

Final de programa de aceleração da EDP está marcada para 3 de novembro, primeiro dia Web Summit 2020. (Fotografia cedida pela EDP)
Final de programa de aceleração da EDP está marcada para 3 de novembro, primeiro dia Web Summit 2020. (Fotografia cedida pela EDP)

Starter Business Acceleration é o programa de aceleração para startups e PME's na área da energia. Grande final da iniciativa será na Web Summit.

A EDP renovou o programa internacional de aceleração para startups. O EDP Starter, que existe desde 2012, passa a chamar-se Starter Business Acceleration e já tem as candidaturas abertas para a edição de 2020. O programa vai decorrer em três continentes e o prémio final é de 50 mil euros.

A elétrica portuguesa, em conjunto com vários parceiros internacionais, procura startups e PME’s que desenvolvam negócios nas áreas das energias limpas, soluções para clientes, inovação digital, armazenamento de energia, redes inteligentes, acesso à energia e processos internos inovadores.

As inscrições para este programa estão abertas até 20 de abril e podem ser feitas através desta página. Depois desta etapa, serão organizados eventos em três cidades: São Paulo, no Brasil, de 30 de junho a 2 de julho; Houston, nos Estados Unidos, entre 21 e 23 de julho; e Viena, na Áustria, de 16 a 18 de setembro.

Nestas apresentações, vão estar presentes as três elétricas mundiais que acompanham a EDP neste programa de aceleração: “American Electric Power, que tem mais de cinco milhões de clientes em 11 Estados norte-americanos, a Verbund, maior fornecedora de eletricidade da Áustria, e a Turning Tables, empresa de inovação do grupo espanhol Cuerva”, segundo informação divulgada pela elétrica portuguesa esta segunda-feira.

EDP bate recorde de investimento em startups e vai apostar em Espanha

Depois dos eventos, serão selecionados 10 participantes para a final desta competição. O vencedor será anunciado na Web Summit, no dia 3 de novembro.

“O Starter Business Acceleration é a chamada que a EDP faz a startups e PME de todo o mundo que tenham desenvolvido produtos, serviços ou modelos de negócio inovadores alinhados com a nossa estratégia orientada para a descarbonização, descentralização e digitalização. Temos apostado forte na inovação aberta e não poderíamos estar mais satisfeitos com os resultados alcançados”, explica Carla Pimenta, diretora de inovação da EDP, citada em nota de imprensa.

Na última edição, o este programa da elétrica portuguesas atraiu cerca de 500 startups e selecionou um total de 30 de 13 países para trabalhar diretamente com a EDP e com as utilities parceiras do programa, o que resultou num pipeline de 50 projetos-piloto e 10 potenciais investimentos.

Além do Starter Business Acceleration, a EDP conta com outros programas para apoiar as startups na área da energia, como o Free Electrons.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa, Pedro Siza Vieira, ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, e Ana Mendes Godinho, ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.  MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Salários, crédito, moratórias e rendas. O que vai ajudar famílias e empresas

EPA/Enric Fontcuberta

Mais de 100 mil recibos verdes candidataram-se ao apoio à redução da atividade

A ministra da Saúde, Marta Temido.. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

295 mortos e 11 278 casos confirmados de covid-19 em Portugal

EDP acelera startups em três continentes. Prémio final é de 50 mil euros