EDP tem 10 milhões para investir em startups em Portugal

Fundo da elétrica portuguesa pode colocar entre 500 mil e dois milhões de euros em rondas de financiamento para negócios registados em Portugal.

A EDP tem 10 milhões de euros para investir em startups registadas em Portugal. A elétrica portuguesa, através da unidade de capital de risco EDP Ventures, prolongou a existência do fundo Cleantech FCR. A empresa está disponível para colocar entre 500 mil e dois milhões de euros em rondas de financiamento das fases seed (semente) e série A, assumindo sempre uma posição minoritária, segundo o comunicado divulgado esta segunda-feira.

Este montante está disponível para startups "com potencial de acrescentar valor e revolucionar áreas como as energias limpas, redes inteligentes, eficiência energética, mobilidade elétrica, soluções de armazenamento de energia, cibersegurança, inteligência artificial, Internet of Things, manutenção preditiva, realidade aumentada e realidade virtual, big data e advanced analytics" .

Além da EDP, o fundo Cleantech PCR também conta como participante com o fundo Capital & Quase Capital, gerido pelo Banco Português de Fomento.

"O EDP Cleantech FCR é o nosso veículo preferencial para investir em startups portuguesas e é mais uma demonstração da forte aposta no ecossistema nacional e em empresas com ADN português que temos vindo a fazer ao longo da última década", resume Luís Manuel, administrador da EDP Ventures.

A EDP Ventures já investiu mais de metade dos cerca de 70 milhões de euros disponíveis para apoiar startups. Já foram utilizados, desde 2008, 40 milhões de euros para apostar no investimento na inovação do setor energético. A unidade de capital de risco da EDP conta atualmente com 32 participadas, na Europa, Estados Unidos, Brasil, Israel e Bangladesh

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de