dicas

Eficiência no trabalho? As dicas do português mais eficiente da Bayer

Empregos são mais frágeis
Empregos são mais frágeis

Imagine-se a conduzir um carro numa viagem: quando entra e o liga, precisa de saber para onde vai para poder escolher o melhor caminho.

Tem de ter a viagem preparada em termos de recursos, materiais e pessoais, para evitar incidentes. Não pode tirar os olhos da estrada enquanto conduz para se poder
reagir a tempo em qualquer situação. E, precisa de um canal de comunicação aberto para todos os ‘copilotos’ que viajam consigo. O exemplo é de Lino Dias.

Lino Dias é português, de Portalegre. Licenciado e
doutorado em Engenharia Química pelo Instituto Superior Técnico, foi distinguido este ano com o prémio de eficiência da Bayer, empresa multinacional farmacêutica onde trabalha há 11 anos, desde que se mudou para a Alemanha. Com ele, vivem a mulher e as quatro filhas. É “apenas” um prémio, “um sinal de reconhecimento que muito me orgulha”, garante Lino Dias.

A preparação da viagem de carro é um exemplo que dá quando o Dinheiro Vivo lhe pergunta pelo seu segredo: aquele que lhe valeu o prémio. Eficiência é mais do que gerir bem o tempo que se dedica ao trabalho. “Com certeza não deverá ser o mais importante se se quiser ser eficiente.”, assegura. “Considero muito importante saber identificar momentos críticos no trabalho, que precisem de dedicação redobrada e estar disponível para essa dedicação. Do mesmo modo, é importante que não haja muitos “momentos críticos”, pois isso seria sinal de que alguma coisa não está bem.”, explica.

Lino justifica o sucesso com um fator diferenciador: o empenho com que trabalha ou, por outras palavras, a paixão com que o faz. “Este elemento é diferenciador porque é altamente ‘contagioso’ numa equipa. É a forma mais bonita de liderar. Já fui liderado muitas vezes dessa forma na Bayer, e tento sempre seguir esses exemplos trazendo “paixão” para os meus projetos.”

Sobre a gestão que faz do tempo, Lino Dias assegura que, mais importante do que trabalhar além do horário é saber gerir a agenda pessoal. Recomenda uma “vida pessoal equilibrada.” “Delegar tarefas e distribuir poder de decisão é fundamental. Além disso é também a melhor forma de desenvolver pessoas profissionalmente.”

Por isso, na agenda do engenheiro não faltam programas com as filhas. “Delicio-me a desenvolver atividades de que gosto, como ler e escrever, assistir a ópera – a Alemanha é um paraíso em boas casas de ópera – ou a praticar badminton e golfe.”

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Caixa Geral de Dep—ositos -

Sete dos créditos de risco da CGD tiveram perdas de 100%

Operadores da Groundforce onde a operação da empresa de ‘handling’ Groundforce inclui números como cinco minutos e 400 toneladas, mas também o objetivo de chegar ao fim de 2019 com 3.600 colaboradores, aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, 22 de janeiro de 2018. Para que os aviões estejam no ar, a Groundforce faz toda a assistência em terra, excetuando o fornecimento de comida e de combustível, como resume o presidente executivo da empresa, Paulo Neto Leite, numa visita guiada aos ‘bastidores’ do Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa. MÁRIO CRUZ/LUSA

Com o aeroporto de Lisboa “no limite”, Groundforce exige à ANA que invista já

(Rui Oliveira / Global Imagens)

Quota de mercado dos carros a gasóleo cai para mínimos de 2003

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Eficiência no trabalho? As dicas do português mais eficiente da Bayer