Startup Portugal

Embaixadores portugueses fazem SPAM do apoio às startups

O CEO da StartUp Portugal, Simon Schaefer, discursa durante a comemoração do Primeiro aniversário da StartUp Portugal no HUB Criativo do Beato

(Filipa Bernardo/ Global Imagens)
O CEO da StartUp Portugal, Simon Schaefer, discursa durante a comemoração do Primeiro aniversário da StartUp Portugal no HUB Criativo do Beato (Filipa Bernardo/ Global Imagens)

Estes embaixadores vão andar pelo estrangeiro nos próximos meses a promover a estratégia Startup Portugal.

Portugal aposta no SPAM para promover o apoio às startups nacionais. O Startup Portugal Ambassadors Mission conta com um conjunto de personalidades portuguesas que se destacam em áreas como negócios, ciência e artes com carreiras internacionais e presença regular em conferências. Estes embaixadores vão andar pelo estrangeiro nos próximos meses a promover a Startup Portugal, a estratégia de apoio ao empreendedorismo nacional.

Maria Mota, diretora do Instituto de Medicina Molecular João Lobo Antunes; Miguel Pina Martins, Founder e CEO da Science4You; Rodrigo Tavares, Young Leader no World Economic Forum e Founder e CEO da Granito Group; e Alexandre Farto, o artista mais conhecido por Vhils são as quatro personalidades que integram esta iniciativa.

“O programa SPAM dá a estes embaixadores apoio institucional e financeiro para que, no âmbito das suas funções, possam ajudar a divulgar o que se passa em Portugal e no ecossistema de startups: que apoios existem, que infraestruturas estão disponíveis e quais os fatores competitivos que fazem de Portugal um país atrativo para lançar, fazer crescer ou investir numa startup“, assinala a Startup Portugal em nota de imprensa divulgada esta quinta-feira.

Até ao final do ano, estes embaixadores vão ajudar a promover as novas medidas do Startup Portugal, como a aposta em programas de coinvestimento entre o Estado e investidores estrangeiros, o reforço dos apoios para criação de empresas e a captação de quadros internacionais altamente qualificados. Estas medidas estão avaliadas em cerca de 300 milhões de euros.

Estas medidas também serão promovidas nas missões de startups em feiras internacionais em Londres, Berlim, São Paulo e São Francisco.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Ministro das Finanças, Mário Centeno, na apresentação do Orçamento do Estado para 2019. 16 de outubro de 2018. REUTERS/Rafael Marchante

Bruxelas envia carta a Centeno a pedir o triplo do esforço orçamental

lisboa-pixabay-335208_960_720-754456de1d29a84aecbd094317d7633af4e579d5

Estrangeiros compraram mais de mil imóveis por mais de meio milhão de euros

João Galamba (secretário de estado da energia) , João Pedro Matos Fernandes (Ministro para transição energética) e António Mexia  (EDP) durante a cerimonia de assinatura de financiamento por parte do Banco Europeu de Investimento (BEI) da Windfloat Atlantic. Um projecto de aproveitamento do movimento eólico no mar ao largo de Viana do Castelo.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Mexia diz que EDP volta a pagar a CESE se governo “cumprir a sua palavra”

Outros conteúdos GMG
Embaixadores portugueses fazem SPAM do apoio às startups