Este site guarda-lhe as faturas

ng3090818

Orlando Ribas Fernandes, 31 anos, admite que não estava só a pensar no ambiente quando teve a ideia de criar o Paper Vault, há dois anos. “Mas é quando precisamos de acionar uma garantia que parece que nunca encontramos a fatura”, desabafou. Pior, ainda, é quando a fatura perdeu legibilidade. E, desde que as Finanças passaram a exigir a emissão de fatura por cada café, os quilómetros de rolo de papel que saem das máquinas registadoras vieram acrescentar poluição e desperdício.

“Com o Paper Vault, as empresas podem poupar até 50% do que gastariam em papel”, adianta o empreendedor, que optou por negociar com as empresas fornecedoras de soluções de faturação para fazer chegar o produto aos empresários. Como exemplo, a solução mais económica, dirigida a pequenas e médias empresas, tem um custo anual de 150 euros e inclui a emissão de até 15 mil faturas.

“Quanto ao consumidor, não tem qualquer custo e basta-lhe indicar que quer receber a fatura digital para a mesma ficar disponível [após registo gratuito] para sempre, com a vantagem de poder consultar as despesas efetuadas por categoria e, assim, ter as contas do IRS facilitadas, por exemplo”, elencou, ainda.

O registo do número de contribuinte do utilizador permite a emissão de faturas válidas, legalmente, o que também ajuda ao cumprimento da lei, na perspetiva de Orlando Ribas Fernandes. “Só tivemos de bloquear alguns números de contribuinte, pois já houve quem tentasse registar-se com os dados do primeiro-ministro”, revela, divertido.

Após meio ano de testes, o Paper Vault arranca agora “a sério”, com uma série de retalhistas, empresas na área da saúde, farmácias e restaurantes prestes a entrar no sistema.

Fundada há um ano e apenas com capitais próprios, a Xnfinity – empresa que criou e detém o Paper Vault – emprega dez jovens recém-licenciados e está incubada no UPTEC, no Porto. No fim deste primeiro ano de atividade espera ter atingido uma faturação de 250 mil euros e tem já no horizonte a internacionalização.

“Durante o período de testes, registámos várias visitas internacionais, pelo que adaptámos desde logo o Paper Vault para várias línguas e várias unidades monetárias. A breve prazo, queremos ver o sistema adotado por toda a Europa”, conclui.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Mário Vaz, CEO da Vodafone Portugal  Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens

Mário Vaz. “Havendo frequências, em julho teríamos cidades 5G”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (C), durante a cerimónia militar do Instituto Pupilos do Exército (IPE), inserido nas comemorações do 108.º aniversário da instituição, em Lisboa, 23 de maio de 2019.  ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Marcelo: “Quem não for votar, depois não venha dizer que se arrepende”

Certificados

Famílias investiram uma média de 3,3 milhões por dia em certificados este ano

Outros conteúdos GMG
Este site guarda-lhe as faturas