serviços

Fixando cresce para Áustria e Suíça

Miguel Mascarenhas é um dos fundadores da Fixando, startup que escolheu Lisboa como local do centro de operações. Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens
Miguel Mascarenhas é um dos fundadores da Fixando, startup que escolheu Lisboa como local do centro de operações. Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens

Operações nos dois novos países são geridas a partir dos escritórios desta startup em Portugal e na Alemanha

A Fixando, a startup portuguesa que facilita a contratação de serviços, já está a operar na Áustria e na Suíça. A plataforma fundada por Miguel Mascarenhas, Markus Scherner e Michiel van der Meer, fundadores de portais como Standvirtual, Coisas e Imovirtual, pretende responder à falta de soluções para a contratação deste tipo de serviços nestes países.

“A nossa presença no mercado alemão foi um dos principais impulsionadores para a seleção destes dois países que, ao mesmo tempo, têm uma dimensão significativa (com mais de 8 milhões de habitantes em cada país) e carecem de opções ao nível de marketplaces de serviços locais. São dois mercados onde a Fixando poderá introduzir o seu know-how em negócios online, através dos especialistas que temos já a operar no mercado alemão”, refere Miguel Mascarenhas, em nota enviada às redações esta segunda-feira.

Na Áustria e na Suíça estão disponíveis mais de 5000 profissionais na plataforma, em cerca de 1000 categorias. Mais de 100 dos profissionais inscritos disponibilizam os seus serviços remotamente a partir da Alemanha devido à proximidade com a Áustria e a Suíça. As operações nestes dois países são geridas através dos escritórios da Fixando em Portugal e na Alemanha.

Lançada em janeiro de 2017, a Fixando conta com 35 000 clientes em Portugal, Alemanha, Áustria e Suíça.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Jogo Online é regulado desde 2015

Jogo Online atrai 100 mil novos apostadores a cada trimestre

Jogo Online é regulado desde 2015

Jogo Online atrai 100 mil novos apostadores a cada trimestre

O primeiro-ministro indigitado, António Costa, à chegada para uma audiência com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, para apresentação da lista de nomes propostos para secretários de Estado do XXII Governo Constitucional, no Palácio de Belém, em Lisboa, 21 de outubro de 2019. RODRIGO ANTUNES/LUSA

Conheça os secretários de Estado do novo Governo

Outros conteúdos GMG
Fixando cresce para Áustria e Suíça