startups

Fundo 200M arranca a 30 de maio

Manuel Caldeira, Cabral, ministro da Economia
Manuel Caldeira, Cabral, ministro da Economia

O Fundo 200 vai ser gerido pela PME Investimentos e vai ter como presidente do Comité de Investimento Nuno Arantes.

O Fundo 200 – fundo de co-investimento anunciado em 2016 – arranca na próxima quarta-feira, 30 de maio. Tal como já havia sido noticiado, este veículo de co-investimento vai ser gerido pela PME Investimentos. O presidente do Conselho Geral será Jaime Andrez, do Compete 2020. Já o presidente do Comité de Investimento será Nuno Arantes do MIT Portugal. Francisco Almada-Lobo, da Critical Manufacturing, Rory Earley e Simon Schaefer são os restantes nomes que vão compor o Comité de Investimento.

O ministro da Economia sinaliza que “o 200M é um instrumento muito interessante para atrair investidores do setor tecnológico para Portugal, trazendo não só mais capital para as startups portuguesas mas também investidores que podem projetar e fazer crescer as nossas empresas no mercado global”.

“Este instrumento complementa outros instrumentos já lançadas (fundos business angels e fundos de capital de risco) e pretende alavancar investimentos de maior dimensão na fase de aceleração das empresas, que é a fase em que as empresas criam mais emprego e mais valor. Responde a uma necessidade identificado pelas empresas tecnológicas que muitas vezes tinham que ir para o estrangeiro quando necessitavam de investimentos de maior dimensão”, remata Manuel Caldeira Cabral.

O arranque deste programa de co-financiamento – composto por 100 milhões de euros de fundos públicos e por outros 100 milhões de fundos privados – acontece cerca de um ano e meio depois do seu anúncio e deverá durar até 2020.

Em novembro de 2016, altura em que decorreu a primeira edição da Web Summit em Lisboa, o governo português anunciou este programa, no qual a decisão de investimento recai sobretudo sobre os privados.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
lisboa casas turismo salarios portugal

Turismo em crise já pensa no day after

Segurança Social Direta

Formulários para apoios a recibos verdes ficam disponíveis segunda-feira

Mário Centeno, Ministro das Finanças.
Fotografia: Francois Lenoir/Reuters

Folga rara. Custo médio do petróleo está 10% abaixo do previsto no Orçamento

Fundo 200M arranca a 30 de maio