Fundo espanhol investe numa startup portuguesa por mês

Think Bigger Capital associou-se à incubadora Demium para ajudar startups que estejam em fase inicial. Já foram realizados quatro investimentos em Portugal.

Desde o final de novembro que o fundo de investimento Think Bigger Capital começou a apostar em startups portuguesas. Graças à parceria com a incubadora Demium, este fundo tem investido em uma startup por mês. O orçamento inicial era de 30 milhões de euros mas entretanto atingiu os 45 milhões de euros, para aumentar o impacto no ecossistema empreendedor.

"Todas as startups que achamos interessantes passam por um investimento de 100 mil euros em pre-seed, o primeiro de todos. Depois disso, há até 400 mil euros reservados para acompanharmos os projetos nas etapas seguintes, em regime de follow-on", adiantam ao Dinheiro Vivo os dois responsáveis pela Demium em Portugal, Diogo Patão e Leo Capelossi.

A Demium aposta sobretudo em startups que querem passar da ideia para o protótipo, em fase inicial. No caso de Portugal, as apostas passam por uma plataforma que ajuda os estudantes a encontrarem emprego; uma solução que liga médicos oftalmologistas a fábricas para produção de lentes de contacto personalizadas; e ainda uma plataforma que digitaliza as aulas de ginástica nos lares de idosos.

Esta incubadora ajuda a encontrar os perfis certos para os fundadores das novas empresas: se um dos elementos estiver ligado à ciência, é preciso encontrar um parceiro com perfil de negócio; e vice-versa.

O fundo de investimento aposta nos oito hubs da Demium espalhados pela Europa: além de Lisboa, há espaços para incubação em Madrid, Barcelona, Málaga, Valência, Atenas, Kiev e Polónia. Os 45 milhões de euros são repartidos entre estas localizações e destinam-se a startups puramente tecnológicas.

Em Portugal, a Demium teve de mudar de localização em Lisboa durante 2020: saiu do espaço de trabalho partilhado NowBeato e passou a estar associada a um dos espaços de escritórios Idea Hub na capital portuguesa. O Palácio Sotto Mayor é a nova base da incubadora nascida em Espanha em 2013.

A médio prazo também está prevista a abertura de mais duas localizações desta incubadora: uma delas no Porto, "para estar mais perto do talento que existe nas universidades do norte do país"; também está a ser ponderada a abertura de um segundo espaço no centro do país ou até no centro de Lisboa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de