fazedores

Fyde recebe mais dois milhões de euros de investimento

Tecnologia

Startup norte-americana tem escritório no Porto com 20 pessoas. Desenvolve um sistema para facilitar acesso remoto e seguro a servidores empresariais.

A Fyde, startup norte-americana que desenvolve um software para facilitar o acesso remoto e seguro a servidores empresariais, concluiu uma ronda de financiamento de dois milhões de euros. Os fundos portugueses Bright Ventures e Portugal Ventures participaram nesta operação, que também contou com entidades internacionais como Wells Fargo, DNX Ventures e Vertex Ventures.

Esta injeção de capital vai permitir a esta startup desenvolver reforçar o seu escritório no Porto, onde já conta com uma equipa de 20 pessoas. “Este investimento irá ajudar a Fyde a expandir a equipa no Porto com mais talento em engenharia, produto e vendas, por forma a caminhar para o crescimento sustentável da empresa”, destaca Luísa Lima, co-fundadora e vice-presidente de engenharia.

Fundada em 2017, a Fyde também conta com o português José Luís Pereira como um dos seus fundadores e atual responsável tecnológico. Esta startup recorre ao modelo Zero Trust Security, “que parte do princípio de que nenhum utilizador é confiável e requer que qualquer pessoa, mesmo aquelas que já têm acesso à rede, tenham de ver o seu acesso verificado. Desta forma, se um atacante conseguir o acesso a um servidor, não conseguirá, por consequência, acesso a mais nenhum”.

Depois desta operação, a Fyde já acumula um investimento total de cerca de 5 milhões de dólares (em abril de 2018, lavantou uma ronda de 3 milhões de dólares em ronda seed).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
EPA/WILL OLIVER

Brexit: Londres e Bruxelas chegam a acordo

Michel Barnier, negociador-chefe da Comissão Europeia, em conferência de imprensa no edifício do Conselho Europeu, em Bruxelas, nesta quinta-feira, 17 de outubro. Foto:  REUTERS/Francois Lenoir

Brexit: Um acordo que responde “às circunstâncias únicas da Irlanda”

Michel Barnier, negociador-chefe da Comissão Europeia, em conferência de imprensa no edifício do Conselho Europeu, em Bruxelas, nesta quinta-feira, 17 de outubro. Foto:  REUTERS/Francois Lenoir

Brexit: Um acordo que responde “às circunstâncias únicas da Irlanda”

Outros conteúdos GMG
Fyde recebe mais dois milhões de euros de investimento