Incubação

Após vida de Presidente, Hollande trabalha na maior incubadora de startups

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Ex- Presidente está a dar mentoria algumas horas durante a semana a alguns empreendedores franceses ao abrigo de um programa sem fins lucrativos

François Hollande saiu em maio de 2017 do Palácio de Eliseu, após cinco anos de mandato. Mas o ex-Presidente de França já encontrou uma nova ocupação: um part-time na Station F, a maior incubadora de startups do mundo e que está localizada em Paris.

“A tecnologia foi uma das minhas prioridades durante o meu mandato presidencial, pelo que faz sentido que esteja cá”, justifica o ex-Chefe de Estado francês em entrevista à Bloomberg. “Fizemos muito pela tecnologia e os investimentos que foram feitos nos últimos anos estão a dar frutos. O ecossistema [empreendedor] que ajudámos a desenvolver está a florescer atualmente no contexto internacional”.

O ex-Presidente francês está a dar mentoria algumas horas durante a semana a alguns empreendedores franceses ao abrigo de um programa sem fins lucrativos chamado “La France s’engage”. “Mais do que dinheiro, os empreendedores precisam sobretudo de orientação sobre com quem devem trabalhar, diferentes fontes de financiamento e mentoria”, acrescenta o antigo governantes.

Hollande reclama para si alguns dos méritos do desenvolvimento tecnológico francês: a atribuição de benefícios fiscais e incentivos para pesquisa e inovação, a realização de roteiros para atrair capital de risco francês e o “French Tech Visa”, medida para atrair talento estrangeiro.

Mas as medidas de Hollande só agora estão a ter efeito e a beneficiar Emmanuel Macron. “As medidas francesas dos últimos anos estão a surtir efeito agora. A eleição de Macron traduziu-se numa mudança de atitude em França. Com a reforma laboral e as reformas fiscais, está a enviar um forte sinal de que vai agarrar-se àquilo que foi prometido”, analisa Phillippe Collombel, sócio da sociedade de capital de risco Partech Ventures.

O que é a Station F?

Localizado numa histórica estação de comboios, a Station F é a maior incubadora de startups do mundo. Conta com 34 mil metros quadrados, tem espaço para três mil fazedores, investidores, companhias de tecnologia, serviços públicos, entre outros.

Há 26 programas diferentes para startups, incluindo o Founders Program, da equipa da casa, que recebeu mais de 2300 candidaturas de mais de 50 países, sobretudo dos EUA, Reino Unido e China. Para esta iniciativa foram selecionados 200 projetos, em que 40% foram fundados por mulheres.

Neste momento, estão abertas as candidaturas a outro dos programas que terá lugar na Station F, o Figthers, destinado a fazedores de origem social precária. Os interessados poderão concorrer até 26 de outubro e os selecionados integrarão a iniciativa no início do próximo ano.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Gustavo Bom / Global Imagens)

Sofia Tenreiro: “Estamos a captar os portugueses que não queremos que fujam”

Fotografia: REUTERS/Dado Ruvic/Illustration

Bitcoins ou libras de ouro? O que é mais fácil trocar?

Mário Centeno. Fotografia: REUTERS/Rafael Marchante

Fitch dá maior subida de rating de sempre a Portugal e coloca país no grupo da Itália

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Conteúdo TUI
Após vida de Presidente, Hollande trabalha na maior incubadora de startups