Hub Criativo do Beato

Conheça os primeiros quatro ocupantes do Hub Criativo do Beato

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Espaço com mais de 35 mil metros quadrados tanto vai receber startups, como empresas e incubadoras

Pouco mais de um ano depois da assinatura do acordo que concessionou o antigo armazém militar do Beato para a Câmara Municipal de Lisboa, serão revelados esta terça-feira, 25 de julho, os primeiros pormenores do Hub Criativo do Beato. O espaço com mais de 35 mil metros quadrados tanto vai receber startups como empresas e incubadoras. Conheça abaixo os quatro primeiros ocupantes deste mega hub empreendedor virado para o rio Tejo.

1. Factory

Nasceu em Berlim em 2012 como um espaço que reúne pequenas e grandes empresas no maior campus do género da Alemanha. Mais de um ano depois do anúncio da expansão para Portugal, é finalmente revelado o local escolhido. Esta mega incubadora vai ocupar 11 mil metros quadrados do Hub Criativo do Beato e, além de querer reforçar as ligações entre empresas, está disposta a trabalhar em comunidade. As obras do primeiro espaço da Factory no estrangeiro deverão estar concluídas até ao final de 2018.

2. Super Bock (Unicer)

A conhecida marca de cervejas do grupo Unicer também vai ter um espaço próprio no Beato. A Super Bock está há vários anos associada às indústrias criativas, com atribuição de prémios e financiamento de projetos empreendedores nessa área. A jogada acontece poucos meses depois de o principal concorrente da Unicer, a Central de Cervejas, ter anunciado uma incubadora para bebida e comida em parceria com a Startup Lisboa e que deverá abrir no primeiro trimestre de 2018.

3. Web Summit

A Web Summit foi a primeira entidade a anunciar que iria instalar-se no mega hub de empreendedorismo, em setembro de 2016. Até lá, no entanto, a equipa da cimeira digital em território nacional está a preparar a próxima edição do evento no espaço Enter, que pertence à PT e que fica situado no Cais do Sodré.

4. Startup Lisboa

Como gestora do espaço, a Startup Lisboa, uma das principais incubadoras da capital, também vai instalar-se no Hub Criativo do Beato.

“O Beato é o grande projeto da Startup Lisboa dos próximos anos. É um privilégio que nos tenha sido atribuída essa missão por parte do município. É nisso que temos estado a trabalhar. Posso desde já dizer que o novo Hub Criativo do Beato quer-se como espaço aglutinador de tudo o que seja inovador. Queremos fazer ali um polo de tudo o que, debaixo desta ideia de inovação, seja uma referência no âmbito das indústrias criativas, no âmbito do mundo empreendedor, do mundo empresarial, de tudo o que seja ligado à investigação e ao desenvolvimento”, adiantou o diretor executivo, Miguel Fontes, em entrevista concedida no final de janeiro ao Dinheiro Vivo.

 

Mercedes poderá juntar-se

Desde que foi anunciada a escolha de Lisboa para o primeiro centro mundial de competências a nível digital da Mercedes, que o Hub Criativo do Beato tem sido apontado como um dos locais que deverá acolher o Digital Delivery Hub. Contactada pelo Dinheiro Vivo, fonte oficial da Mercedes garante que “nada está assinado”, apesar de haver boas chances de a marca do grupo Daimler instalar-se no mega hub empreendedor.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: REUTERS/Brendan McDermid

Principais bancos em Portugal vão continuar a reduzir exposição ao imobiliário

Fotografia: REUTERS/Brendan McDermid

Principais bancos em Portugal vão continuar a reduzir exposição ao imobiliário

SaudiAramco

Petrolífera Aramco consegue maior entrada em bolsa da história

Outros conteúdos GMG
Conheça os primeiros quatro ocupantes do Hub Criativo do Beato