financiamento

Findster. Amor aos cães vale mais três milhões de investimento

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Startup do Porto vai começar a vender na Amazon dispositivos para animais de estimação no segundo trimestre. Equipa será reforçada ao longo do ano.

O negócio começou com o amor aos cães de um dos fundadores mas cresceu tanto no ano passado que a Findster, startup com sede na Trindade, no centro do Porto, já vende localizadores para animais de estimação para mais de 70 países. A empresa, graças a este sucesso, acaba de concluir uma ronda de financiamento de três milhões de euros na sua segunda ida ao mercado, anunciou André Carvalheira, um dos fundadores, em entrevista ao Dinheiro Vivo.

As novidades não ficam por aqui: os produtos da Findster vão passar a estar à venda na Amazon no segundo trimestre e a equipa será reforçada.

“Fechámos uma ronda seed [semente] de três milhões de euros, de um só investidor. Este montante será utilizado em vendas e marketing e recursos humanos.” A vender para países como Estados Unidos, Canadá e Reino Unido, a Findster está a abrir vagas para cinco posições, como engenheiro de hardware, apoio ao cliente, mobile developer, web developer, e business developer. As candidaturas poderão ser enviadas para careers@getfindster.com.

A ronda de investimento é o culminar de um ano marcado por um crescimento de vendas de 2100% em apenas sete meses. “Em abril, faturávamos cinco mil dólares; chegámos a novembro a faturar mais de 100 mil dólares. As receitas foram alcançadas sempre em pré-venda, porque os produtos só são enviados um ou dois meses depois da encomenda.” A previsão de vendas (run rate revenue) para 2017 é de um milhão de dólares e reflete um ano que a equipa de 13 pessoas tentou “responder à crescente procura dos dispositivos”.

O crescimento foi feito exclusivamente online, graças às duas campanhas de crowdfunding na plataforma Kickstarter e no próprio site. É nestes locais que podemos encontrar os Findster, os localizadores para animais de estimação que, por usarem um protocolo de rádio próprio, têm um alcance de um quilómetro e não implicam mensalidade, ao contrário da concorrência.

O localizador conta agora com uma nova versão, Findster Duo+, que, além de melhorias de autonomia e de conectividade com a aplicação, passou a ser também à prova de água. O novo equipamento será entregue a partir de março.

Este produto foi apresentado na feira CES, em Las Vegas, no início do ano. Local que também serviu para negociar uma parceria com a Amazon para venda de produtos através da sua plataforma. A entrada para o mega catálogo digital está marcada para o “segundo trimestre” deste ano.

A entrada na Amazon será acompanhada pelo reforço do investimento em vendas e marketing. “Queremos entrar na Austrália com mais força, ao longo deste ano, e também vamos reforçar a aposta em mercados europeus, como França, Itália e Alemanha.” O Japão também está na mira da startup sediada no Porto. O estrangeiro representa 99,7% das vendas da Findster.

Com 5000 equipamentos já disponíveis no mercado, a empresa diz que consegue “retirar uma margem bastante interessante através da venda de dispositivos”.

A longo prazo, a Findster quer ter “um milhão de utilizadores ” e não descura a utilização de outras fontes de receita: “poderão surgir mas terão de existir numa perspetiva de comodidade para o utilizador”. A plataforma, no futuro, poderá “permitir a encomenda de comida para o animal ou a marcação de consultas no veterinário”. Funções que serão apreciadas pelas pessoas que têm paixão pelos seus animais.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Antonoaldo Neves EPA/GUILLAUME HORCAJUELO

TAP contrata mil tripulantes, traz 37 aviões novos e liga o Whatsapp (de graça)

Fotografia: João Girão/Global Imagens

Autoeuropa pode parar a qualquer momento por falta de espaço para os carros

gaspar fmi contas públicas défice dívida

FMI. Dívida mundial atinge máximo histórico de 162 biliões de euros

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Findster. Amor aos cães vale mais três milhões de investimento