Web Summit - DV Media Partner

#FollowMeTo. Eles dão a volta ao mundo de mãos dadas

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Seis anos depois daquela fotografia tirada ao acaso, Murad e a namorada, Nataly, somam mais de cinco milhões de seguidores no Instagram

Foi em Moscovo que ele pegou na mão dela primeira vez. Mas só semanas mais tarde, durante umas curtas férias em Barcelona, é que Murad Osmann captou o momento com a lente.

Seis anos depois daquela fotografia tirada ao acaso, Murad e a namorada, Nataly, somam mais de cinco milhões de seguidores no Instagram e dão a volta ao mundo de mão dada, à boleia de uma hashtag viral.

“Quando começámos não tínhamos noção do poder das redes sociais. Um ano e meio depois de termos feito a primeira fotografia, a pose e a hashtag começaram a aparecer nas notícias em todo o mundo e tornou-se viral. Há quatro anos decidimos levar isto a sério e hoje é um emprego”, revela Murad Osmann em entrevista ao Dinheiro Vivo, à margem da Web Summit.

E como em qualquer emprego, nem tudo é colorido. “Uma fotografia envolve hoje muito trabalho. Temos de pesquisar bem os cenários e os vestidos que a Nataly vai usar. Contratamos sempre uma equipa no local onde vamos fotografar. Não é só passeio e diversão. Aliás, é muito pouca diversão. Temos pouco tempo para conhecer os locais que visitamos”, revela o fotógrafo e produtor russo.

Só no Instagram existe hoje quase um milhão de fotografias com a etiqueta “follow me to”. Os dois influencers admitem que com uma legião de fãs tão grande não é difícil ganhar dinheiro nas redes sociais. Da Michael Kors à Colgate, foram muitas as marcas com quem já colaboraram. Mas garantem que não aceitam qualquer oferta.

“As redes sociais são enormes plataformas de negócio. Mas desde o início que decidimos não aceitar todas as propostas que as marcas nos fazem. É mais importante para nós manter a integridade e sermos fiéis à história e à cultura dos países que visitamos. Sentimos alguma pressão sempre que publicamos uma fotografia porque queremos manter o projeto genuíno”, explica Nataly, que elege a Índia como destino de eleição.

Naquela que foi a primeira visita a Portugal, não podia faltar a foto da praxe. Os cenários já vinham escolhidos: o Palácio da Pena, em Sintra, e os elétricos amarelos de Lisboa.

No próximo ano o casal vai continuar a acumular milhas. Paris, Pisa, Viena, Banguecoque ou Abu Dhabi são alguns dos destinos onde em 2018 Murad vai pegar na mão de Nataly.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Francisco Pedro Balsemão, CEO do grupo Impresa. Foto: DR

Impresa.Reestruturação já atingiu 20 trabalhadores. E chegou ao Expresso

PCP

Subsídios por duodécimos no privado também acabam em 2018

Turistas no novo terminal de cruzeiros de Lisboa, Santa Apolónia. Fotografia: Gustavo Bom/Global Imagens

Instituto alemão prevê boom na construção em Portugal até 2020

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Conteúdo TUI
#FollowMeTo. Eles dão a volta ao mundo de mãos dadas