Ranking

Lisboa entre as 50 melhores cidades do mundo para trabalhar numa startup

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

A cidade portuguesa recebe maior pontuação nas áreas de cuidados de saúde, dias de férias, acessibilidade de preços e segurança.

Lisboa está entre as 50 melhores cidades do mundo para trabalhar numa startup. A capital portuguesa ficou à frente de cidades como Milão, Xangai, Los Angeles, Hong Kong e Bangalore, de acordo com a consultora Nestpick.

A cidade portuguesa recebe maior pontuação nas áreas de cuidados de saúde, dias de férias, acessibilidade de preços e segurança. As taxas de impostos e os salários são as principais pechas de Lisboa, de acordo com este ranking.

Em Lisboa, o salário, em média, pode variar entre os 13 842 euros, no caso de um recém-licenciado acabar de entrar no departamento de marketing de uma startup, e os 57 626 euros, se uma pessoa experiente trabalhar como project manager.

O ranking elaborado pela Nestpick é liderado pela cidade de Singapura, seguida por Helsínquia, São Francisco, Berlim e Estocolmo, que fecha o top-5.

Para elaborar este relatório, foram tidos fatores como o ecossistema de startups, o salário, as regalias e a segurança social, a acessibilidade de preços e a qualidade de vida.

O diretor-geral da Nestpick, Ömer Kücükdere, assinala que “algumas cidades podem oferecer salários maiores, mas tendo em conta os impostos e o custo de vida, o retorno pode não ser assim tão grande. Ao mesmo tempo, os trabalhadores devem ter em conta a qualidade de vida: os dias de férias serão adequados para visitar a família? O sistema de saúde é tão acessível como nós queremos?”

Com este tudo, a consultora pretende a ajudar aqueles que estão à procura de um trabalho em startups a “identificar as cidades que podem corresponder às suas necessidades”.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
casas-do-airbnb_16b

Casa deixa de contar para o IRS quando se muda o crédito de banco

frasquilho

Frasquilho. “Em termos de resultados, vai ser um ano positivo para a TAP”

Fotografia: Nacho Doce/Reuters

Oi. “Centenas” de obrigacionistas portugueses não conseguiram fechar acordo

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Lisboa entre as 50 melhores cidades do mundo para trabalhar numa startup