arquitetura

Sonho da arquitetura virou empresa que transforma espaços

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Margarida Martins e Inês Amaro, jovens arquitetas criaram uma empresa faz essencialmente trabalhos de remodelação na área do Alojamento Local

Margarida Martins e Inês Amaro, jovens (29 e 26 anos) arquitetas, começaram por responder aos pedidos dos amigos para remodelar as suas casas, encontrar soluções para espaços pequenos, obras, “e de amigo para amigo começaram a surgir cada vez mais projetos, e contra todas as expectativas decidimos abrir um atelier em maio de 2016, o Menta Atelier”, explicou Margarida Martins.

O investimento inicial foi reduzido, “trabalhávamos em casa, foi apenas em computadores e licenças de programas, além do nosso tempo”, afirma, acrescentando, “felizmente, este nosso sonho está a correr muito bem, e no primeiro ano faturamos cerca de 100 mil euros”.

Essencialmente o atelier tem feito trabalhos de remodelação na área do Alojamento Local em Lisboa, com “o cuidado de reabilitar a cidade de Lisboa, mantendo a sua traça tão única”.

Mas, frisa Margarida Martins, “queremos crescer para o país todo, ser uma referência a nível nacional na reabilitação e remodelação a nível nacional e quem sabe internacional, o céu é o limite para o sonho”.

Por enquanto, os clientes do Menta Atelier são “investidores e particulares que compraram um prédio ou frações e querem adaptar as habitações para alojamento local”. A cada projeto o que garantimos é que “personalizamos cada metro quadrado à semelhança das exigências de cada um, E transformamos espaços em lugares cheios de alma e carisma, preservando o património arquitetónico”.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(REUTERS/Tyrone Siu/File Photo)

Portugal é campeão na venda de carros elétricos, mas falta rede de carregamento

Huawei | Google | Android

Smartphones Huawei vão ser atualizados, garante a marca

Fotografia: Pedro Rocha/ Global Imagens

Taxa turística já rende 30 milhões às câmaras. É uma subida de 56%

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Sonho da arquitetura virou empresa que transforma espaços