novos negócios

Wine With a View. Vinho português com as melhores vistas de Lisboa

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Desde 2014 que Bárbara Vidal já vendeu mais de 150 mil copos de vinho junto a monumentos de Lisboa

Beber um copo de vinho junto à Torre de Belém, Padrão dos Descobrimentos ou Castelo de São Jorge e aproveitar as melhores vistas de Lisboa. Esta é a proposta da Wine With a View, negócio que nasceu em 2014 graças a Bárbara Vidal, e que também vende produtos numa loja online e organiza eventos.

As vendas de vinho a copo são feitas em pequenas motas, estacionadas junto aos três monumentos da capital, e os clientes podem desfrutar da bebida no local ou noutro ponto da cidade.

Os turistas estrangeiros são os principais clientes, que provam o melhor que Portugal faz na produção de vinho tinto, branco, rosé, verde, Porto e Madeira; também há Moscatel, ginjinha e espumante. “O copo de vinho é um momento de pausa, em que a pessoa está a contemplar a vista. O nosso vinho calha muito bem com a vista”, explica Bárbara Vidal em entrevista ao Dinheiro Vivo. O vinho pode vir acompanhado de bolachas, frutos secos e batatas fritas.

O copo de vinho mais barato custa quatro euros, preço que pode afastar alguns clientes, mas deve-se ao posicionamento do produto, explica Bárbara Vidal: “O nosso vinho é barato demais e tem dificuldade em posicionar-se. Isso gera má perceção junto do mercado internacional. Se puser o preço demasiado baixo, as pessoas não vão dar valor à experiência”. Desde 2014 já foram vendidos 150 mil copos de vinho nacional.

A Wine With a View conta também com uma loja online para promover o vinho português lá fora. A loja surgiu após a empresa ter recebido “dezenas de mensagens de clientes no estrangeiro”.

Também há espaço para eventos, onde se junta o vinho à gastronomia, com a promoção do queijo da ilha, do queijo seco do Alentejo e da azeitona.

O negócio começou em 2014 depois de Bárbara Vidal ter visto uma reportagem sobre a venda de comida na rua. “Explorei vários temas e apercebi-me de que os operadores turísticos não deviam fazer campanhas turísticas para a praia e golfe, mas sim centrar-se no vinho e na gastronomia.”

Com a ideia validada pela Startup Lisboa, Bárbara Vidal recuperou uma mota da Famel comprada no Alentejo por 250 euros e juntou-lhe os móveis para guardar o vinho à temperatura exigida. Os primeiros copos começaram a ser vendidos em julho de 2014 no Castelo de São Jorge e, no final desse ano, a empresária abriu o ponto de venda junto ao Padrão dos Descobrimentos. Até agora já foram investidos sete mil euros para comprar duas motas novas e móveis.

Com uma equipa de 10 pessoas, a Wine With a View quer crescer para outros pontos da cidade e arranjar uma estrutura para se dedicar mais à realização de eventos.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Teste - Redação DV

Liberdade e sustentabilidade dos media, com ou sem apoio do governo?

Regime dos residentes não habituais garante isenção de IRS a quem recebe pensões do estrangeiro.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Primeiros 18 residentes não habituais prestes a perder benefício

Salvador de Mello, CEO do grupo CUF (Artur Machado/Global Imagens)

CUF vai formar alunos médicos de universidade pública

Outros conteúdos GMG
Wine With a View. Vinho português com as melhores vistas de Lisboa