fazedores

Google põe startups a crescer em Portugal pela primeira vez

google

Programa Google Growth Lab estreia-se em Portugal. Foram admitidas apenas oito startups, todas convidadas pela tecnológica norte-americana.

A Google vai realizar pela primeira vez em Portugal o programa de crescimento para startups. Começa esta terça-feira a edição lusitana do Google Growth Lab, programa exclusivo em que apenas foram aceites oito startups, todas convidadas pela tecnológica norte-americana, e que vai durar dois meses.

Esta iniciativa para startups tem algumas semelhanças com o programa Google Growth Lab realizado em Madrid desde outubro e que recebeu a Barkyn, plataforma que vende pacotes de subscrição de comida e serviços para os cães.

Para isso, durante as próximas oito semanas, as oito startups selecionadas vão ter direito a vários workshops e a sessões de mentoria a partir do escritório da Google em Lisboa. Este programa destina-se a empresas promissoras que querem acelerar o seu crescimento; ou seja, que se encontram numa fase mais avançada do que as startups que ficam no programa de aceleração em Madrid e para o qual foram selecionadas recentemente três startups com ADN português.

Na primeira edição do Growth Lab, a Google Portugal selecionou oito startups, que promovem negócios tecnológicos em áreas tão diferentes como seguros, inovação social, alimentação, imobiliário, turismo e gestão de infraestruturas:

Springkode – plataforma quer permite ao consumidor comprar online peças de vestuário diretamente das fábricas e que também quer apostar no calçado e nos têxteis-lar;

Kencko – startup que ajuda as pessoas a consumirem as doses diárias recomendadas de frutas e vegetais através de saquetas em pó que podem ser dissolvidas em água, leite ou água de coco;

EatTasty – serviço de entrega de refeições à hora de almoço que funciona a partir de um sistema de inteligência artificial;

Your Best Life – comunidade de viajantes que pretende desenvolver competências sociais em pacotes que incluem voos, alojamento, seguro de viagem, comida, atividades e transporte;

Infraspeak – plataforma de gestão de infraestruturas;

Casafari – motor de busca para os profissionais do mercado imobiliário que recorre à inteligência artificial;

Lovys – considerada a “Netflix dos seguros”, é uma subscrição mensal de seguros que pode ser cancelada a qualquer momento, e que também permite concentrar todas as apólices numa só mensalidade;

TripWix – marketpkace de turismo de luxo que recorre a embaixadores locais.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Lisboa-19/12/2019  - Conferencia de Antonio Mexia ,CEO da EDP. 
(PAULO SPRANGER/Global Imagens)

Chinesa CTG vende 1,8% da EDP

(A-gosto.com/Global Imagens).

PSD indisponível para viabilizar alteração à lei para aeroporto do Montijo

O ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Novo Banco: Estado como acionista só dilui posição do Fundo de Resolução

Google põe startups a crescer em Portugal pela primeira vez