Governo britânico procura tecnológicas portuguesas

Programa para atrair empresas tecnológicas portuguesas chega pela primeira vez à Europa. Há oito categorias em que as scaleups podem concorrer.

O Governo britânico lançou pela primeira vez na Europa o programa para atrair empresas tecnológicas. Portugal está incluído nos Tech Rocketship Awards, programa desenhado para atrair estas companhias para o Reino Unido.

Poderão concorrer a este concurso empresas de oito categorias: economia e segurança digital; tecnologia para a saúde e bemestar; inteligência artificial e revolução dos dados; futuro da mobilidade e das viagens; crescimento sustentável; tecnologia para a agricultura; relação com os consumidores e criatividade; e tecnologia ao serviço da mudança.

As inscrições estão abertas até 15 de novembro e podem ser feitas através desta página.

A ronda portuguesa vai ter lugar na útima semana de novembro e serão selecionadas três empresas para representar Portugal na final europeia. Os selecionados serão anunciados no início de dezembro, durante a edição remota da Web Summit.

Na segunda etapa, em março de 2021, serão anunciadas as vencedoras europeias em cada uma das oito categorias. Os selecionados vão ter acesso a um programa intensivo de desenvolvimento de negócio feito à medida; um pacote de serviços, que inclui apoio contabilístico e jurídico e espaço de trabalho, com o intuito de reduzir o risco de investimento no Reino Unido; mentoria com especialistas em tecnologia e empreendedores; acesso à vasta rede de investidores, incubadoras e hubs tecnológicos; e entrada na London Tech Week, o maior evento de networking do Reino Unido.

"O que o Tech Rocketship Awards faz é proporcionar às empresas vencedoras um caminho direto para investidores, incubadoras, potenciais clientes e infraestruturas necessárias para saltarem de scale-ups a unicórnios. Todas as empresas de tecnologia europeias que ambicionem a internacionalização têm aqui uma oportunidade única", refere o comissário britânico para o comércio na Europa, Richard Burn, citado em comunicado.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de