fazedores

GovTech: Vencedores são conhecidos esta quinta-feira

Graça Fonseca assume, a partir desta segunda-feira, 15 de outubro, o cargo de ministra da Cultura. Fotografia: Natacha Cardoso / Global Imagens
Graça Fonseca assume, a partir desta segunda-feira, 15 de outubro, o cargo de ministra da Cultura. Fotografia: Natacha Cardoso / Global Imagens

Há seis projetos finalistas do GovTech. Esta quinta-feira são conhecidos os três que vão receber os prémios de 30 mil euros.

No início deste ano, o Executivo lançou um desafio a startups por todo o mundo para apresentarem as melhores ideias de produto e serviços que respondam aos desafios lançados pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, definidos pela Organização das Nações Unidas. Candidataram-se 113 projetos e há seis projetos finalistas.

Esta quinta-feira, 4 de outubro, são conhecidos os três vencedores que vão receber prémios de 30 mil euros. Além deste apoio monetário, vão beneficiar de um protocolo de colaboração com o Estado para desenvolver e testar o produto ou serviço; vão ter um espaço numa incubadora nacional, recebem apoio à internacionalização e um acesso ao pacote Alpha para o Web Summit.

Os seis projetos finalistas são: a Informat – que tem um sistema robotizado com funcionamento semi-autónomo para criação e gestão de aceiros e limpeza de terrenos florestais -, a Vida Saudável para todos – que tem como objetivo produzir e vender um produto único, altamente nutritivo e saudável, pronto para o consumo, a Salicórnia -, o Bio2Skin é um biomaterial adesivo, o MI-GO – um kit robótico concebido para a introduzir o acesso a todos à tecnologia ou meios digitais -, a Spawnfoam utiliza resíduos florestais para produzir um material alternativo ao plástico, eficaz, multifacetado e personalizável, mas melhor porque é biodegradável e amigo do ambiente em todo o processo produtivo.

Por fim, o último projeto é Martfarmer, que é um portal de compra e venda de hortofrutícolas que, por georefenciação, coloca em contacto direto produtores e consumidores.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O presidente do Novo Banco, António Ramalho, conversa com Teresa Leal Coelho (ausente da foto), presidente da Comissão de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa, durante a audição na Assembleia da República, Lisboa, 21 de março de 2019.  ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Ramalho: “DG Comp não tem particular simpatia pelos bancos portugueses”

António Tomás Correia, presidente da Associação Mutualista Montepio Geral

( Gustavo Bom / Global Imagens )

ASF inicia processo de avaliação da idoneidade de Tomás Correia

Rodrigo Costa, CEO da REN Fotografia: MÁRIO CRUZ/LUSA

Rodrigo Costa: “Já pagámos 127,5 milhões” de CESE

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
GovTech: Vencedores são conhecidos esta quinta-feira