GuestReady compra maior empresa de gestão da Airbnb em Portugal

A GuestReady, que opera na gestão de arrendamento de curto prazo, adquiriu e torna-se a empresa-mãe da The Porto Concierge. Os valores da operação não são conhecidos.

É junção de dois players de alojamento para turistas. A GuestReady Group - que diz ser a empresa líder mundial em gestão de arrendamento de curto prazo - comprou e torna-se a empresa-mãe da The Porto Concierge, a maior empresa de gestão da Airbnb em Portugal, segundo o comunicado.

Os valores da operação não foram revelados. Mas, em comunicado, é explicado que a "nova entidade resultante da aquisição será a maior empresa de arrendamento de curto prazo em Portugal, gerindo uma carteira de mais de 1.000 propriedades com uma vasta gama de serviços que servem os proprietários, os profissionais imobiliários e os hóspedes". Os funcionários da The Porto Concierge vão ser integrados na GuestReady.

Rui Silva, fundador e CEO da The Porto Concierge, em comunicado, diz que "temos sido concorrentes amigáveis da GuestReady desde 2018 e conhecemos bem a equipa no Porto". "Há algum tempo que procuramos formas de juntar forças, uma vez que sabíamos que ambas as empresas eram altamente complementares. A indústria está a consolidar-se a um ritmo acelerado e juntar-se ao líder tecnológico é uma grande oportunidade para acelerar ainda mais o nosso próprio crescimento. A GuestReady tem muita experiência na procura de aquisições e estamos entusiasmados por continuar a viagem a partir daqui juntos", acrescentou.

O turismo é um dos setores mais afetados pela pandemia de covid-19. O alojamento local em Portugal, que vinha a crescer até à chegada do novo coronavírus, foi também duramente afetado. As empresas, apesar da crise em que o setor mergulhou, conseguiram adaptaram-se à "evolução das circunstâncias e resistiram melhor à tempestade do que a maioria dos players da indústria hoteleira".

António Fragateiro, diretor geral da GuestReady Portugal, em comunicado, indica que no mês passado "por exemplo, a The Porto Concierge tratou de mais de 1.000 reservas, apesar do confinamento do país. Em março, já estamos com cerca de 50% de ocupação e esperamos chegar aos 70% em maio. Embora não estejamos a tentar ser demasiado otimistas prematuramente, o número rapidamente decrescente de casos da COVID-19 em Portugal e as vacinas em curso são sinais positivos para a indústria hoteleira como um todo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de