Há uma portuguesa entre as 35 gestoras de topo no Reino Unido. Sabe quem é?

ng4419665

Há uma portuguesa entre as 35 gestoras de topo no Reino Unido: Joana Rego.

A gestora portuguesa é associate partner da consultora de business intelligence GPW e ajuda clientes de todo o mundo a identificar ameaças a grandes negócios e como a mitigá-los.

Joana Rego é uma das 35 mulheres que fazem parte da lista Its 35 Women Under 35, onde já fizeram parte Elisabeth Murdoch (fundadora da produtora Shine) e a estilista Stella McCartney. Nos últimos 15 anos a revista Management Today, em parceria com a Accenture, escolhe as mulheres até 35 anos “que estão a liderar tendências e devem ser celebradas” em toda a indústria.

Conheça a lista completa aqui

E, numa altura em que no Reino Unido se discute o papel da imigração, a revista revela um terço das mulheres que constam da lista nasceram fora do Reino Unido, realçando a importância que os emigrantes têm na economia do país.

2

Só a portuguesa Joana Rego angariou 500 mil libras em novos negócios para GPW no ano passado, apesar de ter estado seis meses de licença de maternidade, destaca a Management Today. Rego é fluente em cinco línguas (além de português, espanhol, alemão, francês e inglês) e é mentora adolescentes com baixos recursos.

A gestora, com 32 anos, começou a sua carreira no gabinete de Crisis Prevention and Recovery, das Nações Unidas, e na OCDE, focando-se na análise e desenvolvimento de políticas de cooperação, prevenção de crises e boa governação. É formada em Relações Internacionais pelo Institut d”Etudes Politiques (Sciences Po), em Paris.

(atualizado às 13h32 com correção do valor do negócio angariado pela gestora portuguesa)

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
(Fotografia: Pedro Granadeiro / Global Imagens )

Vendas de carros descem 71,6% em maio

O primeiro-ministro, António Costa. Fotografia: António Cotrim/Lusa

PIB pode registar quebra entre 9% a 15% em 2020

Lisboa, 25/05/2016 - Aspecto do Palco Mundo, durante uma reportagem do Diário de Notícias sobre o que acontece nos dias em que no Festival Rock in Rio não há concertos.

( Gustavo Bom / Global Imagens )

APSTE: Setor dos eventos com prejuízos de 20 milhões no segundo trimestre

Há uma portuguesa entre as 35 gestoras de topo no Reino Unido. Sabe quem é?