novos negócios

Horizontal Cities: Com esta aplicação andar de bicicleta não custa

O arquiteto belga Kobe Vanhaeren é um dos responsáveis pelo desenvolvimento da Horizontal Cities. Fotografia: DR
O arquiteto belga Kobe Vanhaeren é um dos responsáveis pelo desenvolvimento da Horizontal Cities. Fotografia: DR

Sistema inclui a indicação do percurso em tempo real, navegação por voz em inglês e português e permite recalcular a rota se for necessário.

Andar de bicicleta não custa nada com a Horizontal Cities, aplicação lançada esta quinta-feira em Lisboa. Vencedor do prémio Big Smart Cities 2016, o projeto liderado por Kobe Vanhaeren, Pedro Fernandes e Diogo Simões garante as rotas mais fáceis para andar de bicicleta para todos os utilizadores.

Lisboa e Bruxelas são as duas primeiras cidades a receber esta aplicação, que calcula as rotas com base no perfil do utilizador, no tipo de pavimento e na percentagem de inclinação. 60% das ruas da capital portuguesa têm uma inclinação abaixo dos 4%, “o que permite que qualquer pessoa ande de bicicleta”, indicou Kobe Vanhaeren na sessão de apresentação, que decorreu na sede da Vodafone Portugal.

O sistema inclui a indicação do percurso em tempo real, navegação por voz em inglês e português e permite recalcular a rota se for necessário.

A Horizontal Cities está incubada no Vodafone Power Lab, em Lisboa, e tem como ambição chegar a outras cidades europeias ainda este ano. Atualmente, a startup portuguesa já tem 17% do mundo mapeado, usando os modelos topográficos das metrópoles. A aplicação é gratuita e já está disponível na App Store (sistema iOS). A aplicação para Android deverá ser lançada entre o final deste ano e o início de 2017.

Recentemente, esta startup venceu o Space Business Idea Challenge, iniciativa do programa Advanced Research in Telecommunications Systems (ARTES) da Agência Espacial Europeia (ESA).

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(PAULO CUNHA/LUSA)

Costa espera ser primeiro-ministro 12 anos e dar início à regionalização

O novo primeiro-ministro, António Costa. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

OE2020: Costa anuncia reforço de incentivos ao arrendamento acessível

Alexandra Leitão, ministra da Administração Pública. Fotografia: António Pedro Santos/Lusa

Funcionários mais antigos podem perder dias de férias com baixas prolongadas

Outros conteúdos GMG
Horizontal Cities: Com esta aplicação andar de bicicleta não custa