financiamento

Feedzai recebe investimento de 42 milhões de euros em capital de risco

Empresa de combate à fraud bancária obtém uma das maiores rondas de financiamento de sempre de uma startup portuguesa

A Feedzai acaba de concretizar uma das maiores rondas de financiamento de sempre de uma startup portuguesa. A empresa liderada por Nuno Sebastião acaba de receber um investimento de 50 milhões de dólares (mais de 42 milhões de euros) em série C, numa operação liderada por uma sociedade de capital de risco que não se quis identificar, adianta a empresa em comunicado.

“Fizemos grandes progressos na nossa visão ao longo do último ano e esta nova ronda de financiamento vai ajudar-nos a acelerar o nosso crescimento enquanto continuamos a investir nos melhores profissionais e na mais avançada tecnologia de data science e machine learning, para tornar a banca e o comércio seguro em todo o mundo”, adianta Nuno Sebastião em nota enviada esta terça-feira às redações.

Sedeada em Coimbra, a Feedzai recorre à inteligência artificial para permitir que bancos e empresas lutem contra a fraude em tempo real. A mais recente ronda de investimento desta startup também contou com o apoio da Sapphire Ventures, sociedade de capital de risco que tinha participado em rondas anteriores.

Depois desta ronda de financiamento, a Feedzai já levantou no mercado de capital de risco um total de 82 milhões de dólares (69,5 milhões de euros). Instituições financeiras como o grupo Citi, Capital One e First Data já utilizam a tecnologia desenvolvida em Portugal.

Até ao final do ano, a empresa portuguesa prevê contar com um total de 300 trabalhadores, distribuídos por seis escritórios: Coimbra, Lisboa, Porto, Londres, Nova Iorque e Silicon Valley.

Esta é uma das maiores rondas de financiamento de sempre de uma empresa tecnológica 100% portuguesa: apenas a OutSystems, em fevereiro de 2016, conseguiu levantar mais dinheiro do que a Feedzai, tendo obtido 55 milhões de dólares também em série C.

(Notícia atualizada às 13h36 com mais informação)

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (MANUEL DE ALMEIDA/LUSA)

Marcelo. “É preciso em abril ganhar maio”. Escolas devem continuar fechadas

Henrique Burnay, sócio-gerente da Eupportunity
(Paulo Spranger/Global Imagens)

“O problema desta crise são os Estados-membros, não é Bruxelas”

pandemia de covid-19 (coronavírus) portugal corona virus concelho

345 mortos e 12442 casos confirmados de covid-19 em Portugal

Feedzai recebe investimento de 42 milhões de euros em capital de risco