HUUB muda de líder depois de crescer 60% em 2020

Tiago Paiva, um dos fundadores, assume a presidência executiva da empresa portuguesa que quer ser a "Amazon da moda". Luís Roque deixou o cargo por motivos pessoais.

A startup portuguesa HUUB mudou de liderança no início de 2021. Tiago Paiva é o novo presidente executivo da empresa que tem trabalhado para ser considerada a "Amazon da moda", ao facilitar as operações de logística das retalhistas desta indústria. O anúncio foi feito na quinta-feira, depois de Luís Roque ter saído da marca da Maia por motivos pessoais.

Esta mudança acontece depois de a HUUB ter crescido 60% em 2020 - embora não se saiba qual foi o valor registado no ano anterior.

"É uma honra abraçar esta nova responsabilidade que é ao mesmo tempo exigente e recompensadora. É com entusiasmo e determinação que assumo a liderança de uma equipa extremamente talentosa, enquanto honro aquilo que foi construído até ao dia de hoje. Estamos agradecidos ao Luís, que começou por identificar uma necessidade no mercado que nós preenchemos com a criação de uma startup de sucesso, com um modelo de negócio e tecnologias inovadoras direcionados para indústria da moda.", assinala Tiago Paiva, citado em comunicado de imprensa.

Até agora, Tiago Paiva ocupava o cargo de responsável de marketing da empresa.

Nascida em 2015, a HUUB já angariou mais de quatro milhões de investimento, através da multinacional de transporte marítimo Maersk, da sociedade de capital de risco Pathena e da empresa 7Graus.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de