Tech

Iki Mobile. Marca portuguesa quer ligar o mundo com smartphones

Tito Cardoso, CEO da IKI Mobile Fotografia: Diana Quintela / Global Imagens
Tito Cardoso, CEO da IKI Mobile Fotografia: Diana Quintela / Global Imagens

O ator Pedro Teixeira vai ser o embaixador da marca portuguesa de produtos eletrónicos que nasce na terça-feira. Em 2016 querem 10% de quota de mercado

Tito Cardoso tem um sonho. Quer conquistar o mundo com a Iki Mobile. Quer colocar um smartphone, um smartwatch, um tablet ou acessórios da marca portuguesa nas mãos de consumidores a nível mundial. “Queremos conquistar o mundo. É um mercado competitivo, mas temos esse sonho”, diz o CEO da Iki Mobile. E já tem um embaixador: o ator Pedro Teixeira. Objetivos? Até ao fim do ano vender 10 mil produtos e faturar 1,2 milhões de euros. Só em Portugal. E em menos de dois meses.

A Iki Mobile tem arranque oficial na terça-feira, mas o sonho começou a ser desenhado há cerca de três anos quando a consultora Univercosmes lançou o desafio: “E porque não uma marca portuguesa de smartphones?” Estudou, analisou e encontrou uma fábrica na China, em Shenzhen. Mas esta “é uma marca portuguesa”, frisa Tito Cardoso. “O branding é português, as pessoas que trabalham são portuguesas, os nossos parceiros também. O produto é efetivamente fabricado na China, à semelhança, aliás, de quase todos os produtos na área.” Por exemplo, a Apple tem a produção dos iPhones e dos tablets neste país.

O sonho da Iki Mobile começou há três anos. A marca espera ter em 2017 o retorno dos 4,9 milhões de euros de investimento.

Mas Tito Cardoso tem outro sonho: trazer a produção para Portugal. “Faz todo o sentido, de acordo com os estudos que temos, implementar a fábrica em Portugal”, diz. “Estamos numa fase avançada no que toca à localização”, acrescenta, sem relevar o local exato que poderá receber a fábrica da Iki Mobile, projeto que querem implementar até 2018. “Será relativamente perto de Lisboa, a 45 minutos do aeroporto da Portela”, revela. Os motivos são simples. Facilitar o transporte dos produtos para o mercado externo, onde a Iki Mobile quer chegar.

Vender uma marca portuguesa numa área onde não há tradição não tem sido um problema. “Ter uma marca portuguesa não só é motivo de orgulho como dá oportunidades no mundo, abre portas”, assegura Tito Cardoso. A Iki Mobile já tem um acordo fechado num país da América Latina para colocar nas mãos de milhares de agricultores um telemóvel da marca. “Estamos em contactos com seis países árabes que estão interessados no produto e deverá haver depois expansão para os restantes mercados”, assegura.

América Latina, Médio Oriente e África são os focos a médio prazo, depois querem chegar à Ásia e à América do Norte. Tito Cardoso não revela quais as expectativas de faturação no estrangeiro, mas em Portugal “pretendemos ter uma quota de 10% em 2016.” Para isso está a negociar com cadeias de distribuição e operadoras para incluir a Iki Mobile na oferta. Os produtos também estão à venda na loja online da marca. Os nove modelos de smartphones – com sistema operativo Android, processadores MTK e Mediatek, com câmaras com uma resolução até 13 megapíxeis – serão comercializados a preços que oscilam entre 14,90 euros e 229,90 euros. Até ao momento, o sonho já representou um investimento de 4,9 milhões de euros. O retorno? Março de 2017.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

Algarve, Portugal. Fotografia: D.R.

Algarve lança campanha. “Fiquem em casa para regressarem com mais saudade”

Veículos da GNR durante uma operação stop de sensibilização para o cumprimento do dever geral de isolamento, na Autoestrada A1 nas portagens dos Carvalhos/Grijó no sentido Sul/Norte, Vila Nova de Gaia, 29 de março de 2020. MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Mais de 80 detidos e 1565 estabelecimentos fechados

Iki Mobile. Marca portuguesa quer ligar o mundo com smartphones