Prémio

Inclusão financeira vale prémio para a Go Parity

Luís Couto e Nuno Brito Jorge, fundadores da plataforma Go Parity. Fotografia: DR
Luís Couto e Nuno Brito Jorge, fundadores da plataforma Go Parity. Fotografia: DR

A plataforma portuguesa de financiamento coletivo por empréstimo Go Parity recebeu uma bolsa de 25 mil euros. A startup portuguesa foi considerada como um dos melhores projetos que contribui para a melhoria da saúde financeira de pessoas com baixos e médios rendimentos. Este prémio foi entregue durante a competição ibérica MetLife Foundation Inclusion Plus.

Além da bolsa de 25 mil euros, a plataforma portuguesa terá acesso à final mundial desta competição, que vai decorrer em outubro em Nova Iorque. Fundada por Luís Couto e Nuno Brito Jorge, a Go Parity ajuda associações e empresas a obter financiamento para projetos que respondam a alguns dos objetivos de desenvolvimento sustentável das Nações Unidas.

Portugal também se destacou nesta final ibérica graças à Raize. A bolsa de empréstimos para pequenas e médias empresas recebeu um prémio de 4 mil euros por ter sido uma das startups finalista desta competição.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
José Vieira da Silva, ministro do Trabalho, e Mário Centeno, das Finanças. Fotografia: Mário Cruz/Lusa

Governo PS congelou mais despesa em 3 anos que PSD-CDS na legislatura toda

O comércio é dos setores mais dinâmicos: nascem muitas empresas novas, mas também encerram muitas. Fotografia: D.R.

Número de empresas a fechar duplicou

Ministro das Finanças de Angola, Archer Mangueira. Fotografia: Direitos Reservados

Archer Mangueira garante solução para dívida a empresas até final do ano

Outros conteúdos GMG
Inclusão financeira vale prémio para a Go Parity