Fazedores

Incubadora do espaço portuguesa tem 600 mil euros para startups

Imagem do telescópio espacial Hubble, desenvolvido pela agência espacial europeia (ESA) e a agência espacial dos Estados Unidos (NASA) (EPA/ESA/Hubble)
Imagem do telescópio espacial Hubble, desenvolvido pela agência espacial europeia (ESA) e a agência espacial dos Estados Unidos (NASA) (EPA/ESA/Hubble)

Programa coordenado pelo Instituto Pedro Nunes prevê apoiar até 12 startups por ano, com um incentivo financeiro de 50 mil euros.

A incubadora do espaço portuguesa, ESA BIC, tem 600 mil euros para apoiar as startups. Estão abertas a partir desta segunda-feira as candidaturas para o programa que apoia os projetos de negócio com base em tecnologias e dados da indústria espacial.

O programa é promovido pelo centro de incubação de negócios da Agência Espacial Europeia em Portugal, que é coordenado pelo Instituto Pedro Nunes, de Coimbra. Até 12 startups nacionais podem ser apoiadas por esta iniciativa, cada uma tendo direito a um incentivo financeiro de 50 mil euros e ainda acesso a suporte técnico e de negócio.

As candidaturas poderão ser entregues até três datas: 13 de julho, 14 de setembro e 6 de novembro, através desta página.

Os projetos que forem selecionados poderão desenvolver o seu trabalho em 15 incubadoras de norte a sul do país e até nas regiões autónomas dos Açores e da Madeira.

Desde 2014, a incubadora do espaço portuguesa já apoiou 30 empresas, criou mais de 100 novos postos de trabalho e gerou um volume de negócios total de cerca de cinco milhões de euros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gerardo Santos/Global Imagens

Economia portuguesa afunda 16,3% entre abril e junho

Visitantes na Festa do Avante.

Avante!: PCP reduz lotação a um terço, só vão entrar até 33 mil pessoas por dia

covid 19 portugal casos coronavirus DGS

Mais 235 infetados e duas mortes por covid-19 em Portugal. Números baixam

Incubadora do espaço portuguesa tem 600 mil euros para startups