fazedores

Indie Campers contrata 200 pessoas para 2020

Hugo Oliveira é co-fundador e presidente executivo da Indie Campers. (Fotografia cedida pela Indie Campers)
Hugo Oliveira é co-fundador e presidente executivo da Indie Campers. (Fotografia cedida pela Indie Campers)

Serviço de aluguer de autocaravanas prepara entrada em seis novos mercados dentro da Europa e deverá aumentar escritórios durante o próximo ano.

Já começa a ser habitual: no final de cada ano, a plataforma de aluguer de autocaravanas Indie Campers anuncia as contratações para o ano seguinte. Estes portugueses voltam a seguir o percurso habitual mas com números mais expressivos: vão ser contratadas 200 pessoas durante 2020 para Portugal e outras localizações na Europa, anunciou a empresa esta quinta-feira.

No próximo ano, espera-se que a startup fundada em 2013 chegue a mais seis mercados do Velho Continente e passe a contar com um total de 350 trabalhadores.

Só para Lisboa, a Indie Campers procura cerca de 60 vagas sobretudo nas áreas de engenharia informática, marketing digital, finanças, desenvolvimento de negócio, operações, apoio ao cliente e recursos humanos. Este reforço deverá levar ao crescimento do escritório principal da empresa, em pleno centro da capital.

Também haverá reforço de pessoal nos restantes 11 países onde esta marca de turismo está presente. Só que dados mais detalhados vão “depender do número de reservas para a época alta” e das novas localizações, justifica ao Dinheiro Vivo a responsável de recursos humanos da plataforma, Anna Santacilia.

A crescer, em média, 200% ao ano, estas contratações serão fundamentais para o futuro da Indie Campers e vão mesmo levar a investir 100 mil euros “só para a prospeção e contratação dos novos elementos”.

“Queremos continuar a expandir e a abrir novas rotas para os nossos clientes. Neste momento precisamos de pessoas porque manter o crescimento sustentável da empresa depende da qualidade dos recursos humanos que estamos a recrutar”, nota Hugo Oliveira, líder da empresa, citado em nota de imprensa.

Retenção de talento

A Indie Campers habituou-nos a anunciar a contratação de trabalhadores nos últimos anos. No início de 2018, anunciou a contratação de 150 pessoas para esse ano; no final do ano passado, anunciou o recrutamento de mais 100 pessoas quando, afinal, só tinha um quadro de pessoal de 100 trabalhadores – inferior ao número de contratações de 2018.

Só que a plataforma alega que não há qualquer problema com a retenção de talento. “Das 100 pessoas anunciadas, conseguimos contratar perto de 90. Retivemos perto de 70% das novas entradas. Estas saídas deveram-se, maioritariamente, porque algumas destas contratações eram estágios de Verão”, explica a líder dos recursos humanos.

Além das 200 contratações, a Indie Campers vai lançar, em novembro, um programa internacional de estágios para atrair estudantes da área do turismo.

“Este programa representa uma oportunidade para os jovens estudantes entrarem no mercado de trabalho com uma experiência internacional e, para a Indie Campers também conseguir criar a melhor experiência para os seus clientes, juntando a internacionalmente reconhecida hospitalidade portuguesa a trabalhadores locais com conhecimento específico das áreas envolventes. Muitos dos candidatos ficam a trabalhar connosco e há bastante integração de estagiários em empregos full-time”, sinaliza Hugo Oliveira.

Ao fim de seis anos de serviço, a Indie Campers tem mais de 850 carrinhas espalhadas por 50 localizações em Portugal, Islândia, Reino Unido, Irlanda, Espanha, França, Itália, Suíça, Alemanha, Holanda, Croácia, Bélgica e nas ilhas mediterrâneas da Córsega, Sardenha e Sicília

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Foto: Paulo Spranger (Global/Imagens)

Fisco deteta erro em 10.000 declarações de IRS e exige devolução de 3,5 milhões

Foto: Paulo Spranger (Global/Imagens)

Fisco deteta erro em 10.000 declarações de IRS e exige devolução de 3,5 milhões

João Cadete de Matos, presidente da Anacom

Fotografia: Vítor Gordo/D.R.

Anacom “considera essencial” redução de preços no acesso à Internet

Outros conteúdos GMG
Indie Campers contrata 200 pessoas para 2020