Manutenção

Infraspeak cresce mais de 200% e está a contratar

Luís Martins e Felipe Ávila da Costa são os fundadores da Infraspeak. Fotografia: DR
Luís Martins e Felipe Ávila da Costa são os fundadores da Infraspeak. Fotografia: DR

Londres e Barcelona serão as novas localizações dos escritórios da startup que conta com uma plataforma de gestão de manutenção

A comemorar três anos, a Infraspeak prepara-se para alargar a sua presença internacional. Depois de as receitas terem crescido 237% em 2017, a startup portuguesa que conta com uma plataforma de gestão de manutenção e operações técnicas prepara-se para contratar mais de uma dezena de pessoas e abrir dois novos escritórios em 2018.

“Estamos sólidos nos mercados de língua portuguesa, pelo que o desafio é crescer noutros mercados”, destaca Felipe Ávila da Costa, cofundador e CEO da Infraspeak, em declarações ao Dinheiro Vivo. “Nos primeiros três anos focámo-nos em desenvolver um produto simples e eficiente que trouxesse valor real para o dia-a-dia dos nossos clientes. Hoje, queremos levar esse valor a gestores e técnicos de mais países, reforçando a expansão global da Infraspeak”, acrescenta.

O crescimento da Infraspeak terá a ajuda de 11 novas contratações ao longo de 2018, que farão a equipa desta startup crescer para as 30 pessoas. Algumas destas contratações poderão servir para os dois novos escritórios desta empresa, em Londres e Barcelona, e que poderão ser inaugurados ainda no primeiro semestre.

A Infraspeak conta com 106 clientes em seis países e mais de 2000 utilizadores, que já executam mais de cinco milhões de tarefas de manutenção. Lufthansa, Vila Galé, Sheraton, Salvador Caetano e Domino’s Pizza são alguns dos clientes da plataforma portuguesa.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho (MIGUEL A. LOPES/LUSA)

Segurança Social pagou até hoje 992 milhões em apoios

O primeiro ministro, António Costa.  Manuel de Almeida / LUSA

Costa defende que países da União Europeia devem sair da crise “todos juntos”

Ministro de Estado, da Economia e Transição Digital, Pedro Siza Vieira. TIAGO PETINGA/LUSA

Governo quer manter apoios às empresas para evitar mais miséria e desemprego

Infraspeak cresce mais de 200% e está a contratar