Aceleração

Infraspeak entra no Reino Unido a acelerar manutenção de centros comerciais

Luís Martins e Felipe Ávila da Costa fundaram a Infraspeak em 2015. Atualmente, esta startup está sedeada na Founders Founders, no Porto.
Luís Martins e Felipe Ávila da Costa fundaram a Infraspeak em 2015. Atualmente, esta startup está sedeada na Founders Founders, no Porto.

O Reino Unido é o mais recente mercado da Infraspeak, startup que desenvolve uma plataforma de gestão de manutenção. A empresa liderada por Felipe Ávila da Costa entrou no programa de aceleração Intu Accelerate para tratar da manutenção de 17 edifícios e milhares de equipamentos desta empresa britânica.

“Ver a Infraspeak em utilização no mercado britânico, e conhecer mais profundamente como é a rotina das operações no Reino Unido, é uma excelente oportunidade para aprimorar a nossa plataforma e um passo importante para crescer em mais mercados”, adianta Felipe Ávila da Costa em nota enviada às redações esta terça-feira.

O programa de aceleração Intu Accelerate decorre durante 10 semanas e conta com a participação de mais seis startups, que desenvolvem tecnologias para gestão de operações, robôs para auxiliarem os clientes e aplicações que cruzam a experiência de compra online e offline.

Fundada em 2015 por Felipe Ávila da Costa e Luís Martins, a startup sedeada no Porto com mais de 75 clientes em Portugal, Espanha, Reino Unido, Brasil e Angola e financiamento total de 250 mil dólares (212 mil euros), segundo a base de dados Crunchbase.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

BCP

BCP propõe distribuir 30 milhões em dividendos

Miguel Maya, CEO do Millennium Bcp.
(Leonardo Negrão / Global Imagens)

Lucro do BCP sobe mais de 60% para 300 milhões em 2018

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Infraspeak entra no Reino Unido a acelerar manutenção de centros comerciais