fazedores

ITSector compra startup de engenharia de software portuguesa Bitmaker

Bitmaker

Startup incubada na associação Founders Founders integra ITSector e deverá contar com mais trabalhadores nos próximos meses.

É um exit à moda do Porto: a tecnológica portuguesa ITSector comprou a startup de engenharia de software e design Bitmaker. A startup fundada por Ricardo Fernandes está atualmente incubada na associação Founders Founders, no centro do Porto, e conta com clientes como a Liga Portuguesa de Futebol Profissional, a Câmara Municipal do Porto, Associação de Turismo do Porto, Tonic App, Infraspeak, Cisco, e Sodexo.

A ITSector explica esta aquisição com a necessidade de apostas noutras áreas de negócios diferentes da banca e do setor financeiro. Além do mercado português, a empresa portuguesa quer aproveitar a aquisição da Bitmaker para expandir a atividade internacional, concretamente em mercados como Reino Unido, Alemanha, Suíça, Polónia, Angola, Moçambique, Quénia e Canadá.

Liderada por Renato Oliveira, a ITSector destaca que a startup do Porto “tem como missão ajudar as empresas em todas as fases de desenvolvimento dos seus produtos e estratégias de negócio, conjugando uma elevada competência ao nível da engenharia de software com uma forte preocupação ao nível da componente UI/UX”.

Leia aqui: Porto. Ligação entre universidade e startups já vale 190 milhões

Com mais de 500 trabalhadores, a ITSector deverá contar com mais funcionários nos próximos meses: “é expectável, a curto prazo, um notável aumento do número de colaboradores, para sustentar o crescimento pretendido com a implementação dos projetos que já existem em carteira”.

Apesar de ter sido comprada, a marca Bitmaker vai permanecer no mercado, vai manter o escritório na associação Founders Founders e continuará a ser liderada por Ricardo Fernandes – em conjunto com Renato Oliveira e Jorge Ferreira, que passam a administradores.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (E), conversa com o ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno (D), durante o debate parlamentar de discussão na generalidade do Orçamento do Estado para 2020 (OE2020), esta tarde na Assembleia da República, em Lisboa, 09 de janeiro de 2020. MIGUEL A. LOPES/LUSA

Subida do PIB em 2019 chega aos 2,2% com revisão nas exportações de serviços

Fotografia: TIAGO PETINGA/LUSA

Novo Banco prevê redução de 1,7 mil milhões de malparado em 2020

Sede do Novo Banco, ex-BES, na Avenida da Liberdade.
(Ângelo Lucasl / Global Imagens )

Novo Banco não afasta que possa vir a pedir mais capital ao Fundo de Resolução

ITSector compra startup de engenharia de software portuguesa Bitmaker