retalho

Já há 20 mil pontos de venda da Science4you na Europa

Miguel Pina Martins, CEO da Science4you
Fotografia: Nuno Pinto Fernandes/Global Imagens
Miguel Pina Martins, CEO da Science4you Fotografia: Nuno Pinto Fernandes/Global Imagens

A startup portuguesa de brinquedos atinge um marco importante da sua estratégia de internacionalização.

Ao fechar um acordo de distribuição com a Hamleys, no Reino Unido, para a colocação dos brinquedos educativos da marca em mais de 200 pontos de venda., a Science4you acaba de alcançar a presença em 20 mil pontos de venda em toda a Europa,

A startup portuguesa que desenvolve, produz e comercializa brinquedos educativos para mais de 30 países em todo o mundo assume que o mercado europeu é a principal prioridade estratégica. Neste momento a marca está presente em lojas como a Harrods, Tesco e John Lewis, no Reino Unido, Toys r us e FNAC, em França, ou a Art&Hobby, na Irlanda.

“A internacionalização é desde sempre um dos principais objetivos da Science4you. Começámos logo no segundo ano de existência da empresa com a entrada em Espanha, e desde então a recetividade dos principais retalhistas europeus ao nosso produto tem sido bastante elevada”, explica Miguel Pina Martins, fundador e CEO da Science4you em comunicado.

Este marco coincide com a participação da Science4you no Web Summit, que decorre de 7 a 10 de novembro, em Lisboa. A startup portuguesa foi uma das selecionadas pelo programa Road2WebSummit, lançado pela Governo no programa Startup Portugal, e vai marcar presença na conferência com o principal objetivo de dar a conhecer o crescimento da empresa aos principais investidores internacionais.

A Science4you prevê terminar o ano de 2016 com uma faturação de 18 milhões de euros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Exportações, TIC, Taiwan

Portugal exporta mais talento e tecnologia. Taiwan ganha força

Lisboa, 19/7/2019 - Eduardo Marques, Presidente da AEPSA- Associação das Empresas Portuguesas para o Sector do Ambiente-  uma associação empresarial, criada em 1994, que representa e defende os interesses coletivos das empresas privadas com intervenção no setor do ambiente,
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Eduardo Marques. “Há um grande espaço para aumentar as tarifas da água”

Jorge Leite. Fotografia: CGTP-IN

Morreu Jorge Leite, o jurista do Trabalho que defrontou a troika

Outros conteúdos GMG
Já há 20 mil pontos de venda da Science4you na Europa