Start Tel Aviv

Jonathan Medved: “Todos os negócios estão em risco e os CEO’s estão com medo”

Jonathan Medved é considerada uma das personalidades de referência do capital de risco de Israel, um dos países mais ativos do empreendedorismo mundial.
Jonathan Medved é considerada uma das personalidades de referência do capital de risco de Israel, um dos países mais ativos do empreendedorismo mundial.

Um dos especialistas do capital de risco de Israel fala de um elemento comum às empresas de todo o mundo: a inovação

Jonathan Medved é uma espécie de ministro sombra dos Negócios Estrangeiros de Israel. Em qualquer lugar por onde passa, tem um discurso preparado para atrair o investimento estrangeiro para este país e espalha, de forma vibrante, a mensagem do sucesso das startups neste pequeno país. Israel é considerado um dos países mais inovadores do mundo, apesar de ter apenas oito milhões de habitantes, e isso é apontado como uma das razões para o sucesso deste país. A inovação, entende Medved, está a atingir todas as áreas e a deixar muita gente preocupada.

“A inovação está a ser levada muito a sério. Todos os negócios estão em risco e os CEO’s estão com medo, quer nos bancos, nas empresas mineiras ou nas companhias elétricas”, assinalou Medved durante uma apresentação feita em Jerusalém esta segunda-feira junto de startups e de jornalistas internacionais.

Medved é considerado uma das figuras de referência do mundo do empreendedorismo deste país do Médio Oriente. Nascido na Califórnia, nos Estados Unidos, mudou-se para Israel em 1981 e começou por espalhar a mensagem do futuro deste país aos próprios habitantes. Anos depois, acabaria por divulgar o negócio de comércio de transmissores do pai aos investidores, após ter ouvido um conselho do líder de uma empresa militar. Mais tarde, em 1993, acabaria por fundar, numa garagem, a Israel Seed Partners, uma capital de risco.

Em 2006, este norte-americano lançou-se no mercado com uma empresa de ringtones em formato de vídeo, a Vringo, que entrou no mercado de capitais norte-americano. Atualmente, é o líder da OurCrowd, plataforma de equity crowdfunding – financiamento colaborativo em troca de capital -, que pretende “democratizar o investimento a qualquer pessoa.

“Sou um capitalista democrático. Atualmente, não se pode esperar para investir numa empresa até ela entrar na Bolsa. Fica demasiado tarde. Olhem para a Uber e a Airbnb, por exemplo, que estão avaliadas em dezenas de milhares de milhões de dólares mesmo sem terem ainda entrado no mercado de capitais”, lembrou. “Se a inovação está a explodir, temos de poder investir nela”.

Por isso, a OurCrowd – que está no mesmo mercado da luso-britânica Seedrs – conta atualmente com uma carteira de 20 startups, avaliada em mais de 100 milhões de dólares (84,2 milhões de euros).

Para já, as inscrições nesta plataforma estão restritas a qualquer investidor que tenha um património de pelo menos um milhão de dólares mas este patamar deverá ser reduzido em breve. “Não podemos ter o financiamento de startups concentrado em apenas centenas de investidores.”

Em 2016, as startups de Israel receberam um investimento total de cinco mil milhões de dólares, mais do dobro do montante obtido em 2015, de 2,3 mil milhões de dólares. Jonatham Medved recusa que possa investir uma bolha de financiamento neste país.

“Haverá altos e baixos, certamente, mas, a longo prazo, vamos crescer. Existe uma tempestade perfeita para a inovação. Hoje em dia é muito mais fácil criar uma empresa do que há poucos anos. Temos software aberto (open source) e tudo funciona na cloud. Não precisamos de investir muito dinheiro e até podemos alugar um programador à hora se for necessário”, justificou este investidor.

* Jornalista viaja a convite da Embaixada de Israel em Portugal

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: Filipe Amorim/Global Imagens

Analistas: “Decisão da Anacom poderá ter condenado o êxito da operação”

José Carlos Lourenço, Chief Operations Officer do Global Media Group (Nuno Pinto Fernandes / Global Imagens)

Prémios M&P. José Carlos Lourenço eleito Personalidade de Media

(Fábio Poço / Global Imagens)

Desempregados inscritos nos centros de emprego sobem 0,5% em agosto

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Jonathan Medved: “Todos os negócios estão em risco e os CEO’s estão com medo”