Start Tel Aviv

Just a Change vence Start Tel Aviv e vai representar Portugal em Israel

Just a Change promove reabilitação de casas degradadas na zona de Lisboa. Fotografia: Diana Quintela/Global Imagens
Just a Change promove reabilitação de casas degradadas na zona de Lisboa. Fotografia: Diana Quintela/Global Imagens

Associação sem fins lucrativos recorre a jovens universitários como voluntários para reabilitar casas de pessoas carenciadas

A Just a Change vai representar Portugal no festival DLD Tel Aviv Innovation, entre 3 e 7 de setembro. A associação sem fins lucrativos fundada em 2010 venceu a competição Start Tel Aviv, que foi promovida pela segunda vez pela Embaixada de Israel em Portugal. O vencedor foi anunciado na terça-feira na sala de arquivo da Câmara Municipal de Lisboa, onde decorreu a final deste concurso.

A associação reabilita casas de pessoas carenciadas e está presente na zona de Lisboa, tendo ajudado um total de 650 pessoas desde a fundação. É uma espécie de “querido mudei a casa dos pobres”, assinalou Duarte Fonseca durante o pitch de apresentação

A Just a Change recorre sobretudo a jovens universitários como voluntários e pretende reduzir a percentagem de pessoas que morrem em casa. Em Portugal, morre-se, em média, 28% mais no inverno do que nas restantes estações porque as casas não estão devidamente preparadas para lidar com o frio.

A final do Start Tel Aviv contou com mais dois finalistas: Cozinhar com Alma, um projeto para ajudar a alimentar famílias e capacitá-las para encontrar emprego, e a Speak, programa linguístico e cultural que pretende aproximar pessoas, quebrando as barreiras da língua.

Durante a final, Raslan Abu Rukum, conselheiro da embaixada de Israel em Portugal, assinalou que é necessário “promover e reforçar as ligações” entre os dois países. O mesmo responsável destacou que Portugal conseguiu participar no concurso apesar de o número de embaixadas apoiadas pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros de Israel ter reduzido de 30 para 20.

O júri da final, que durou mais de duas horas, foi constituído por Conceição Zagalo, presidente da Mesa da Assembleia Geral da Grace, Miguel Fontes, diretor executivo da Startup Lisboa, Miguel Henriques, vice-presidente do Business Angels Club Lisboa e Jorge Portugal, diretor geral da Cotec.

Com foco na inovação das cidades, o festival DLD é considerado o maior evento de empreendedorismo de Israel e vai contar com mais de 10 mil participantes, entre empreendedores e investidores.

Em 2016, Portugal esteve representado pela primeira vez no festival israelita com a Coolfarm, que desenvolveu um software que possibilita que as plantas cresçam sem que o utilizador tenha de intervir ou utilizar terra. Com o recurso à técnica da hidroponia, o sistema da Coolfarm utiliza apenas água.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página Inicial

Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, com responsáveis da VW na apresentação do T-Roc. Fotografia: DR

Caldeira Cabral confiante em acordo com trabalhadores da Autoeuropa

Fátima Barros, presidente da Anacom
Fotografia: Álvaro Isidoro / Global Imagens

Operadores dificultam rescisões de contratos e Anacom divulga alternativas

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Just a Change vence Start Tel Aviv e vai representar Portugal em Israel