luz

Lâmpada incandescente. Era uma vez a luz dela

UE deixa hoje de produzi-las
UE deixa hoje de produzi-las

O dia 1 de setembro vai ficar marcado por mais um acontecimento: hoje foi dia de a União Europeia parar de fabricar lâmpadas incandescentes, uma das mais importantes invenções de sempre.

Durante 132 anos, a lâmpada iluminou ruas e casas. Agora, vai deixar de ser produzida na União Europeia mas continuará a vender-se nas lojas europeias até que os stocks terminem.

O desaparecimento das lâmpadas de menos de 60 volts surge na sequência do cumprimento da última fase do plano gradual de retirada das lâmpadas tradicionais incandescentes – que começou em 2009 – de maneira a que, na União Europeia, a sua utilização possa ser substituída por opções mais eficientes e sustentáveis (como as compactas e LED).

Até 2020, a medida vai fazer poupar o equivalente ao consumo anual de 11 milhões de lares europeus, estima a União Europeia. Além disso, o fim do fabrico destas lampadas fará baixar em 15% o recibo mensal da electricidade.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Centeno mantém crescimento de 1,9% este ano. Acelera para 2% no próximo

O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: José Sena Goulão/Lusa

Dívida pública desce mais devagar do que o previsto

desemprego Marcos Borga Lusa

Taxa de desemprego nos 5,9% em 2020. A mais baixa em 17 anos

Outros conteúdos GMG
Lâmpada incandescente. Era uma vez a luz dela