Landing.Jobs com investimento de dois milhões em série A

Plataforma portuguesa de recrutamento tem novas instalações, vai contratar mais trabalhadores e aponta ao Reino Unido e Estados Unidos.

A plataforma de recrutamento online Landing.Jobs concluiu a sua série A de financiamento. A startup portuguesa recebeu dois milhões de euros de investimento. A operação contou com a participação da capital de risco LC Ventures, dos alemães da Jacobo Invest e ainda do fundo de co-investimento 200M, segundo o anúncio feito esta quinta-feira.

O reforço da equipa, o desenvolvimento de novas plataformas e a entrada nos mercados do Reino Unido e dos Estados Unidos são os principais objetivos desta operação, que surge cinco anos depois de ter sido concluída a ronda seed de investimento, de 750 mil euros, em março de 2015.

Atualmente com 53 trabalhadores, a Landing.Jobs quer atingir o patamar dos 60 colaboradores no final de 2020, refere Pedro Oliveira, co-fundador desta startup, em declarações ao Dinheiro Vivo.

A sede da Landing.Jobs foi transferida, no início deste ano, para o Edifício "Franjinhas", no centro de Lisboa, onde no dia 25 de abril de 1974 uma das funcionárias do então restaurante self-service acabou por distribuir cravos aos militares. Foi graças a dona Celeste que nasceu a "Revolução dos Cravos" e Celeste ficou conhecida como a "Celeste dos Cravos".

A plataforma de recrutamento também está a preparar-se para lançar uma nova ferramenta de trabalho: "a Future.Works vai servir para as empresas tecnológicas poderem reter e melhorar o talento", antecipa Pedro Oliveira. Esta solução vai ser apresentada, em detalhe, nos dias 29 e de 30 de maio em Lisboa, durante a Future.Works Lisbon Tech Conference, conferência de tecnologia que assume o nome do antigo Landing.Festival.

No início de 2020, foi lançada a solução de recrutamento Landing.Work, plataforma de recrutamento que quer eliminar os intermediários que existem entre as empresas que procuram profissionais para os projetos e este tipo de trabalhadores, designados como contractors. Esta plataforma também faz medeia os pagamentos das empresas a estes funcionários e ainda apoia na gestão das empresas unipessoais dos utilizadores.

Fundada em 2014 por Pedro Oliveira e José Paiva, a Landing.Jobs já ajudou 3500 pessoas a encontrar empregos altamente qualificados em empresas tecnológicas.

 

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de