novos negócios

Live Electric Tours: Mostre Lisboa aos amigos em direto e ligado à corrente

A carregar player...
Live Electric Tours: Mostre Lisboa aos amigos em direto e ligado à corrente

Transmissão de imagens em direto para o Facebook é uma das particularidades deste serviço, que poderá chegar em breve a outras cidades

Um em cada quatro turistas que chega a Lisboa tem menos de 35 anos. Destes, 90% deslocam-se habitualmente a pé ou de metro e não utilizam as múltiplas propostas para conhecer a cidade, como, por exemplo, segway, barco anfíbio, scooter, bicicleta. O publicitário Djalmo Gomes e Luís Lucas investiram 100 mil euros e apostaram então numa nova forma de conhecer a capital e de partilhar a experiência com os amigos. Criaram a marca Live Electric Tours, que desde 1 de julho tem cinco carros 100% elétricos a percorrer as ruas da capital e prontos para mostrar a cidade de Lisboa em direto para os amigos no Facebook.

“Acreditamos que esta é uma forma simples e prática de aceder aos carros elétricos”, referiu Djalmo Gomes durante a apresentação desta startup, incubada no Vodafone Power Lab. Os Renault Twizzy, com dois lugares, podem ser alugados em quatro rotas diferentes, com preços entre 25 e 59 euros.

No percurso mais barato (Lisbon You), os dois ocupantes podem escolher a rota que quiserem; nos restantes três percursos, o cenário muda um pouco, porque há três guias diferentes, em português, espanhol e inglês, que levam os turistas para diferentes tipos de rotas, seja pelo lado menos conhecido (Lisbon BSide), pela maior luminosidade (Lisbon Light) ou pelas melhores vistas (Lisbon Best Views).

Os seus amigos podem vê-lo e ouvir o relato a fazer o percurso no Facebook, porque em cada veículo há uma câmara instalada no tejadilho, um monitor junto ao painel de instrumentos e um microfone incorporado. A transmissão ao vivo é feita através de um hotspot 4G, que permite ligar até 10 dispositivos em simultâneo à internet. Há ainda uma playlist do Spofity disponível à medida de cada percurso.

Para aderir a este serviço, é necessário ter pelo menos 21 anos e carta de condução B, a mesma que dá para conduzir um carro ligeiro de passageiros. Os estrangeiros são o principal mercado alvo e deverão ser responsáveis por 75% das viagens.

8 anos de espera

A Live Electric Tours é a primeira marca da empresa Electric Rent & Advertising, que quer apostar nos carros elétricos como forma de ativação de marca, da associação de produtos ou marcas a determinados percursos ou mesmo como uma forma de partilhar o carro dentro de uma empresa. Só que até tudo começar, foi necessário esperar oito anos. “Foi cedo demais para todos e tivemos de colocar a ideia na gaveta, porque ninguém estava preparado para um produto deste género”, recorda Djalmo Gomes.

Os dois fundadores esperaram até janeiro de 2017 para arrancar com a empresa, que já tem objetivos para 2018: “queremos chegar a mais cidades em Portugal; na Europa, tudo depende do financiamento. Para o próximo ano também prevê-se que a frota duplique para 10 veículos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Ministro das Finanças, Mário Centeno, na apresentação do Orçamento do Estado para 2019. 16 de outubro de 2018. REUTERS/Rafael Marchante

Bruxelas envia carta a Centeno a pedir o triplo do esforço orçamental

lisboa-pixabay-335208_960_720-754456de1d29a84aecbd094317d7633af4e579d5

Estrangeiros compraram mais de mil imóveis por mais de meio milhão de euros

João Galamba (secretário de estado da energia) , João Pedro Matos Fernandes (Ministro para transição energética) e António Mexia  (EDP) durante a cerimonia de assinatura de financiamento por parte do Banco Europeu de Investimento (BEI) da Windfloat Atlantic. Um projecto de aproveitamento do movimento eólico no mar ao largo de Viana do Castelo.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Mexia diz que EDP volta a pagar a CESE se governo “cumprir a sua palavra”

Outros conteúdos GMG
Live Electric Tours: Mostre Lisboa aos amigos em direto e ligado à corrente