concurso

Live Electric Tours vai representar Portugal na “Eurovisão das Startups”

Fotografia: DR
Fotografia: DR

A startup vai agora concorrer em Bruxelas, na categoria Turismo.

Depois de ter vencido a ronda nacional, no passado dia 12 de janeiro, em Lisboa, a Live Electric Tours rumará agora a Bruxelas para a final do Startup Europe Awards, o evento de inovação e empreendedorismo, considerado a “Eurovisão das Startups”, organizado pela Comissão Europeia e pela Fundação Finnova, com o apoio da presidência do Parlamento Europeu.

Fundada em 2017, por Djalmo Gomes e Luís Lucas, a Live Electric Tours oferece tours turísticos em viaturas elétricas, conduzidas pelo próprio utilizador, com acesso à internet e com uma live camara, para comunicar diretamente com familiares e amigos. A empresa, que participou no programa de aceleração da Vodafone Powerlab, recebeu já diversas distinções, tais como o primeiro prémio do programa Tourism Explorers e o terceiro lugar do FABTUR.

A seleção dos participantes portugueses no Startup Europe Awards ficou a cargo da Fábrica de Startups. O evento final nacional contou com a apresentação de 11 empresas, que tiveram de realizar um pitch de cinco minutos, em inglês, frente a um painel de jurados. A iniciativa contou com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, através do programa Lisboa Empreende, um dos projetos vencedores do Startup Europe Awards no ano passado, na categoria de “Best Public Administration for startups”.

O evento final terá agora lugar na capital belga, em data ainda a definir. A concurso estarão startups de 18 países, que concorrerão em 18 categorias. A Live Electric Tours participará na categoria de Turismo e será a única representante portuguesa. Os vencedores terão acesso a programas de mentoria, fundos de investimento europeu e apoio na comunicação. Haverá ainda prémios para o melhor media partner (estando 20 órgãos de comunicação europeus a concurso) e a melhor administração pública para startups.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

fotografia: Luís Costa Carvalho

Corticeira Amorim investe oito milhões e inaugura nova fábrica nos EUA

António Mexia lidera a EDP desde 2005

António Mexia, CEO da EDP, ganhou 6.000 euros por dia em 2018

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Live Electric Tours vai representar Portugal na “Eurovisão das Startups”