Luso-americana Apres capta ronda de 1,5 milhões de dólares

Startup de inteligência artificial luso-americana captou uma ronda de investimento seed junto de fundos como a portuguesa Faber Ventures e Adara Ventures, Techstars e business angels.

A startup luso-americana Apres captou uma ronda de investimento seed de 1,5 milhões de dólares, numa ronda liderada pela Faber e a Adara Ventures, com a participação da Techstars e business angels.

"A Apres entra num mercado de IA em expansão, a crescer para 110 mil milhões de dólares em 2024, que se encontra saturado com promessas mas repleto de falhas, onde atualmente mais de 87% dos modelos desenvolvidos não conseguirão entrar em produção e, mesmo se forem bem-sucedidos, terão uma ocorrência de 85% de erro", diz a empresa em comunicado.

A Apres, segundo o documento, foi lançada para "desbloquear a promessa da IA ao melhorar radicalmente a acessibilidade. Para garantir o sucesso do modelo ao traduzir o comportamento da IA ​​para uma linguagem que todos possam compreender. Para reduzir o erro e eliminar o preconceito, comunicando as lacunas do modelo às pessoas certas, no momento certo".

Carlos Silva, Partner da Faber, explica que "a capacidade de explicar resultados baseados em IA está a tornar-se num aspeto crítico de qualquer sistema de IA e é uma área que temos seguido há algum tempo". E que esta companhia não só tem "uma solução de ponta para este problema, mas também uma equipa particularmente notável que junta visão, conhecimento de domínio e capacidade de execução. Sentimo-nos honrados por nos terem escolhido para partilhar esta missão a longo prazo."

Já a Matt Waite, CEO da Apres, nota em comunicado que "as empresas não deveriam ter que escolher entre desempenho de IA e transparência". "Estamos gratos por esta parceria com a Faber e com a Adara, dois fundos com um elevado conhecimento tecnológico, que entendem a nossa visão para tornar a IA ética acessível a todos", acrescenta.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de