Fazedores

Mais de 25% das startups portuguesas sofreu ciberataques em 2020

Startups portuguesas vão aumentar orçamento para cibersegurança, apesar da pandemia da Covid-19. (Fotografia retirada do Pixabay)
Startups portuguesas vão aumentar orçamento para cibersegurança, apesar da pandemia da Covid-19. (Fotografia retirada do Pixabay)

Ataques de phishing, para obtenção de dados pessoais, são os mais comuns, segundo um estudo da empresa de cibersegurança Dashlane.

Mais de 25% das startups portuguesas sofreu ciberataques em 2020. O ataque por phishing, para obtenção ilícita de dados pessoais, é o ataque informático mais comum, refere um estudo da empresa de gestão de passwords Dashlane divulgado esta terça-feira.

Em 2019 e nos primeiros meses de 2020, 27% das startups portuguesas foi alvo destes ataques. O recurso ao phishing foi a estratégia mais habitual, representando 80% dos casos.

O estudo assinala também que metade dos ataques em 2019 foi com recurso a mecanismos como brute force (tentativa de descoberta da palavra-passe e do nome de utilizador); DDos (tentativa de perturbação de tráfego para deixar um site indisponível) e port scanning (mapeamento de portas de acesso a computadores para tentar invasões ao sistema).

Para tentar evitar estes ataques, as startups nacionais recorrem sobretudo a ferramentas como firewall (83%), backup (81%) e cloud (78%). Cerca de 6 em cada 10 destas empresas utilizam um gestor de passwords.

Apesar da crise pandémica, mais de 86% das startups inquiridas garantem que vão manter o orçamento para cibersegurança, enquanto os restantes 14% vão mesmo aumentar a despesa com a segurança informática.

O estudo da Dashlane foi realizado entre 2 e 16 de junho e contou com a participação de 37 startups portuguesas.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gerardo Santos/Global Imagens

Economia portuguesa afunda 16,3% entre abril e junho

Visitantes na Festa do Avante.

Avante!: PCP reduz lotação a um terço, só vão entrar até 33 mil pessoas por dia

covid 19 portugal casos coronavirus DGS

Mais 235 infetados e duas mortes por covid-19 em Portugal. Números baixam

Mais de 25% das startups portuguesas sofreu ciberataques em 2020