Aceleração

Makro e Techstars voltam a acelerar startups de restauração e turismo

Daniel Vollmer, fundador da Flowtify, uma das startups aceleradas pelo grupo dono da Makro.
(Carlos Manuel Martins/Global Imagens)
Daniel Vollmer, fundador da Flowtify, uma das startups aceleradas pelo grupo dono da Makro. (Carlos Manuel Martins/Global Imagens)

A terceira edição do programa de aceleração arranca em setembro e as candidaturas já estão abertas.

Arrancaram esta quinta-feira as candidaturas para a terceira edição do programa de aceleração de startups do grupo alemão Metro, ao qual pertence a Makro, em parceria com a rede internacional de empreendedorismo Techstars. A iniciativa pretende captar empresas e negócios tecnológicos que apresentem as melhores soluções digitais para a área da restauração e hotelaria.

O programa terá início a 11 de setembro, em Berlim, e terá a duração de três meses, durante os quais as startups poderão trabalhar com mentores internacionais e apresentar os seus projetos a investidores e representantes da indústria. As candidaturas estarão abertas até ao dia 18 de junho. Desde o início do ano que os responsáveis da Metro, em Portugal, tem andado a apresentar o programa de aceleração da empresas, para incentivar empresas nacionais a participar.

A Metro indica em comunicado que as startups já aceleradas pela sua iniciativa têm registado bons indicadores de sucesso, com os participantes da primeira edição a terem já atraído investimentos superiores a 52 milhões de dólares (46,69 milhões de euros).

“Encontramo-nos entusiasmados com as histórias de sucesso que os participantes têm demonstrado em tão pouco tempo”, refere Olaf Koch, da Metro. “No entanto, é mais importante que contribuamos para fazer os nossos clientes empreendedores nos setores da hotelaria e restauração, mais bem-sucedidos, de uma forma sustentável,” acrescenta.

Do portfolio de empresas que participaram na iniciativa da empresa, a Metro destaca startups como a Flowtify, com uma ferramenta para a gestão da higiene, e o Frag Paul, um assistente digital para operadores de restaurantes.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: Orlando Almeida/Global Imagens

Turismo vale 16% da atividade económica portuguesa

Mário Centeno, ministro das Finanças. Fotografia: REUTERS/Rafael Marchante

Défice público cai 59% até ao final de outubro

Marco Schroeder

Marco Schroeder renuncia a cargo de CEO da Oi

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Conteúdo TUI
Makro e Techstars voltam a acelerar startups de restauração e turismo