startups

Maria Miguel Ferreira deixa direção da Startup Portugal

Maria Miguel Ferreira, terceira da esquerda para a direita, na missão da Startup Portugal ao SXSW em Austin, Texas
Maria Miguel Ferreira, terceira da esquerda para a direita, na missão da Startup Portugal ao SXSW em Austin, Texas

A cofundadora da organização e uma das mulheres mais influentes no panorama das startups em Portugal cessou funções

Maria Miguel Ferreira deixou a direção da Startup Portugal, organização de apoio ao empreendedorismo que cofundou em 2016. A responsável cessou funções no final de setembro, depois de alguns meses a trabalhar na transição para garantir a continuidade de todos os projetos em curso.

Uma das mulheres mais influentes no panorama de startups e tecnologia em Portugal, Maria Miguel Ferreira passou os últimos três anos a trabalhar na implementação da Startup Portugal, que foi criada como um “think thank” público-privado e oficialmente lançada na primavera de 2016.

A responsável vai dedicar-se a alguns projetos pessoais, sendo que a Startup Portugal seguirá o seu curso com Simon Schaefer como CEO e João Borga como diretor.

Entre as iniciativas mais relevantes da Startup Portugal estão as missões no estrangeiro, em que a organização seleciona startups portuguesas para levar a conferências e eventos em todo o mundo. São os casos do CES em Las Vegas, South by Southwest em Austin e TechCrunch Disrupt em São Francisco. A associação também trabalha em políticas públicas de incentivo aos empreendedores e investidores que querem criar startups em Portugal, ou escalar os negócios já em funcionamento.

Antes de fundar a Startup Portugal, Maria Miguel Ferreira foi conselheira especial do governo em empreendedorismo. Foi também fazedora ao fundar a Too Small To Fail, uma empresa dedicada a serviços para ajudar a comunidade de startups no panorama nacional, antes mesmo do “boom” que se verificou nos últimos anos.

Maria Miguel Ferreira é licenciada em Economia pelo Instituto de Economia e Gestão (ISEG).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: TIAGO PETINGA/LUSA

Governo ganha 128 milhões de euros em receita com aumentos da função pública

Autoridade para as Condições do Trabalho

Inspetores do Estado contra “140 anos para chegar ao topo da carreira”

António Mexia, presidente executivo da EDP. Fotografia: REUTERS/Pedro Nunes

Chineses da EDP não abdicam de desblindar estatutos. OPA quase morta

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Maria Miguel Ferreira deixa direção da Startup Portugal