financiamento

Misericórdias. Tem um projeto social na cabeça? Este fundo tem 5 milhões para o financiar

(D.R)
(D.R)

A <strong>Santa Casa da Misericórdia de Lisboa </strong>e a <strong>União das Misericórdias Portuguesas</strong> juntaram-se, a partir de hoje, na criação do <strong>Fundo Rainha D. Leonor</strong>, que tem disponíveis cinco milhões de euros para distribuir por projetos à espera de financiamento para serem concretizados.

O Fundo, que vai ser atribuído anualmente, tem na lista de prioridades ideias e projetos sustentáveis, necessários e com qualidade, relacionados com o envelhecimento, a deficiência e a pobreza. A atribuição dos fundos será ainda considerada mediante “um equilíbrio entre as várias regiões do país”, refere fonte oficial.

Leia mais: Perfil do fazedor. De que massa são feitos os nossos empreendedores?

Segundo a organização do concurso, o Fundo dirige-se sobretudo a Misericórdias que tenham projetos em curso ou finalizados e que não tenham condições de funcionamento por dificuldades de financiamento. Em Portugal, existem 387 misericórdias que podem concorrer a este financiamento. No entanto, poderão ainda associar-se a outras entidades para apresentação dos seus projetos.

Leia mais: Os 18 erros que podem acabar com uma startup

Apesar de o Fundo ser atribuído anualmente, cada Misericórdia só poderá candidatar-se com um projeto por triénio. As candidaturas ao financiamento estão disponíveis a partir de hoje e sem prazo limite. O valor máximo por financiamento/projeto não pode exceder os 500 mil euros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Banco de Portugal

Bancos concederam moratórias a 741 623 empréstimos entre março e junho

Pingo Doce

PD. Sindicato quer impugnar no Tribunal “golpada” no referendo do banco de horas

Hiper Pingo Doce__00266

Sindicato leva banco de horas do Pingo Doce a tribunal

Misericórdias. Tem um projeto social na cabeça? Este fundo tem 5 milhões para o financiar