Web Summit

MoneyConf. Evento de fintech da Web Summit muda-se para Lisboa

REUTERS/Pedro Nunes
REUTERS/Pedro Nunes

Conferência dedicada à tecnologia financeira passa a estar integrado na Web Summit já a partir de 2019. Em 2018, contou com 5000 participantes.

A Web Summit vai contar com mais um evento já a partir da edição de 2019. A mega cimeira de tecnologia que decorre em Portugal vai passar a contar a partir deste ano com o evento MoneyConf, dedicado à tecnologia na área financeira. O anúncio foi feito esta sexta-feira por Paddy Cosgrave, o presidente executivo da Web Summit. A MoneyConf decorreu nos últimos anos como uma cimeira independente da Web Summit.

“Acreditamos fortemente que uma conferência com tanto potencial como a MoneyConf merece uma posição mais proeminente num palco mais global. Agora, decidimos que era o tempo certo para tomar uma atitude e proporcionar uma melhor experiência para todos os envolvidos. Chegou a hora de globalizar a MoneyConf”, anunciou o irlandês, citado pelo jornal Irish Independent.

Além de integrar a Web Summit, a MoneyConf vai juntar as cimeiras Collision e Rise, realizadas respetivamente em Toronto (Canadá) e Hong Kong.

Esta decisão está a ser interpretada como um forte revés para a Irlanda. Em 2018, Paddy Cosgrave tinha adiantado que a MoneyConf iria permanecer em Dublin “num futuro previsível”, o que deixava antever a continuidade do evento por vários anos. Além disso, a capital irlandesa está a tentar tornar-se numa alternativa a Frankfurt ou Paris para a instalação de fintech, na sequência da saída do Reino Unido da União Europeia.

Mas Paddy Cosgrave tem um histórico de críticas ao país que o viu nascer. O irlandês voltou a falar, em 2018, da falta de infraestruturas para organizar grandes eventos. “A Irlanda tem uma oportunidade para acolher eventos muito maiores. Para isso, precisa de um centro de convenções muito maior. Não é preciso assim tanto para construir um recinto que possa acomodar entre 40 000 e 50 000 pessoas na cidade.”

Mudança imediata

As mudanças da MoneyConf já são visíveis na página do evento. A equipa da Web Summit refere que o evento passa de Dublin para Lisboa e que passa a ter a duração de três dias, mais um do que na atualidade.

Os primeiros dois dias vão contar com várias palestras sobre a tecnologia na área financeira; o terceiro dia terá várias mesas redondas sobre esta matéria, detalha fonte oficial da organização em declarações ao Dinheiro Vivo.

Quem já se inscreveu para a edição de 2019 da MoneyConf, que estava prevista para os dias 10, 11 e 12 de junho deverá ser contactado pela organização para fazer a transição da Irlanda para Portugal.

Em 2018, o evento de fintech teve 5000 participantes, sobretudo de entidades financeiras e entidades ligadas à indústria de pagamentos, combate à fraude e criptomoedas.

Portugal vai receber a Web Summit até 2028, na sequência de um acordo anunciado em outubro de 2018.

(Notícia atualizada às 14h53 com mais informação)

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

Fotografia: Fábio Poço/Global Imagens

Boom de queixas contra agências imobiliárias

Huawei | 5G | Redes 5G

Google suspende negócios com a Huawei. Milhões de smartphones afetados

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
MoneyConf. Evento de fintech da Web Summit muda-se para Lisboa