empreendedorismo

NGA. As luvas dos guarda-redes que não voltam a sofrer golos

Empresa arrancou com três modelos de luvas diferentes.
Empresa arrancou com três modelos de luvas diferentes.

Um empresário luso-canadiano criou uma nova marca de luvas para guarda-redes de futebol, que inclui no próprio nome a garantia de que ajudam a "não sofrer golos".

“Após viver alguns anos em Portugal, constatei que não havia muita escolha para comprar luvas de guarda-redes e com preços acessíveis. Então decidi criar uma marca para luvas de guarda-redes”, explicou à agência Lusa o empresário Carlos Lima, de 34 anos, proprietário da NGA Soccer.

A NGA – No Goals Again (não sofrer mais golos) Soccer foi criada há dois anos, numa brincadeira “muito séria” que levou o lusodescendente a desativar a sua empresa no ramo da construção civil para se dedicar a cem por cento à comercialização das luvas.

Filho de emigrantes provenientes de Vila Verde (Braga), Carlos Lima, antigo guarda-redes do Benfica de Toronto, disse que o sucesso das suas luvas deve-se a uma página do Facebook destinada aos ‘senhores das balizas’, intitulada “O Mundo dos Guarda-Redes”.

“A página do Facebook ‘Mundo dos Guarda-Redes‘ descobriu-me e divulgou os meus produtos. Na altura, só tinha três modelos. O Rui Sacramento, do Arouca, viu, e entrou em contacto comigo. Passou a utilizá-las, e depois vieram outros clientes”, explicou.

Segundo o empresário, atualmente a NGA Soccer equipa já alguns atletas que alinham em campeonatos europeus, como é o caso do luso-canadiano Daniel Fernandes (Panthrakikos, Grécia), do alemão Lukas Reader (V. Setúbal), Rui Sacramento (Arouca), Marco Rocha (Freamunde), do sérvio Igor Stefanovic (Chaves), Claúdio Ramos (Tondela), Tiago, o treinador de guarda-redes do Sporting, entre outros.

Embora tenha nascido no Canadá, Carlos Lima sente muito orgulho em também “ser português”, afirmando-se como um grande adepto do futebol português, revelando o sonho de que todos os guarda-redes em Portugal estivessem equipados com as suas luvas.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: MIGUEL A. LOPES/ LUSA

Empresários prometem retoma com mais emprego em 2017

Lisa Soares/GI

Há 657 mil famílias carenciadas sem acesso a apoios sociais no gás

Fotografia: REUTERS/Sam Mircovich

Australiana Dakota quer produzir lítio em Montalegre no final de 2018

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
NGA. As luvas dos guarda-redes que não voltam a sofrer golos