"O milagre português", escreve a Spiegel. Os fazedores que mudam o país

Há uma história de sucesso por trás de muitos títulos de jornais e revistas que descrevem Portugal como um país em crise. Essa história é contada pela Der Spiegel, revista semanal alemã, que viajou a Lisboa para conhecer e contar casos de êxito de fazedores portugueses.

"Hoje, uma nova geração de empreendedores e startups alimenta a recuperação e leva a cabo um novo espírito nacional", escreve a repórter da revista.

Casos como o de Filipa Neto, fundadora da Chic by Choice, e Duarte d'Eça Leal, um dos irmãos que dá a cara pelo projeto The Independente Collective - dono do hostel The Independente e dos restaurantes The Decadente e The Insólito - são contados por Helene Zuber como exemplos bem sucedidos de um ecossistema empreendedor que cresceu como consequência da situação económica do país.

Leia mais. Chic By Choice: Vestir um Valentino pode aumentar o PIB nacional

Leia mais: The. O primeiro passo para um grupo hoteleiro

"Arriscaram e lançaram os seus próprios negócios, reinventaram produtos tradicionais, abriram hotéis e restaurantes inusitados. Desenvolveram software e tornaram-se designers de moda. E, fazendo isso, também transformaram Lisboa num dos destinos mais populares enquanto, ao mesmo tempo, criaram uma inesperada conjuntura que ajudou a acabar com a tristeza do país", acrescenta a jornalista na reportagem.

Lisboa, refere o artigo, é um dos expoentes desse espírito: a transformação propagou-se a vários pontos da cidade e ajudou a requalificar edifícios em bairros como o Princípe Real - o caso do palacete do século XVIII que agora acolhe o espaço Embaixada. E a câmara municipal da cidade, escreve a jornalista alemã, desempenhou um papel fundamental no apoio aos projetos de empreendedorismo nascidos em Lisboa, tendo sido distinguida com a denominação de "Região Empreendedora da Europa" em 2015.

Leia o artigo completo aqui.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de