Fotografia

Os melhores momentos passam a livro

Romeu fundou o Alboompic com o irmão
Romeu fundou o Alboompic com o irmão

Cada vez há menos gente que imprime as fotografias que tira – às
centenas – nas mais diversas situações. As máquinas digitais
permitem-nos ver logo o que ficou melhor e partilhá-lo. Mas deixámos
de organizar álbuns: não é fácil arrumar e catalogar e acabamos
sempre por adiar esse projeto. E ninguém o fazia por nós,
constataram, há três anos, os irmãos Pedro, que adora fotografia,
e Romeu Silveira, fã de viagens.

“Por incrível que pareça, não existia nada do género”,
recorda Pedro, de 38 anos. Sendo ambos formados em Gestão,
rapidamente viram ali uma oportunidade de negócio. “Imaginámos
um modelo inovador e virámos empreendedores”, conta Romeu, de
31. Em julho, criaram o Alboompic, a prova de que os álbuns não
passaram de moda. Trata-se de um site em que o utilizador pode
descarregar fotografias digitais e construir o seu álbum – que pode
trabalhar, organizar e imprimir -, mas também enviar as imagens,
submetê-las ao tratamento de uma equipa de designers profissionais
que as organiza e submete à aprovação antes de imprimir, com
garantia de 100% de satisfação – ou o dinheiro é devolvido.

O investimento inicial foi de 20 mil euros e veio integralmente de
capitais próprios. A equipa de designers trabalha em regime de
colaboração, ajustando-se às encomendas – o que agiliza o negócio
quer em tempos de resposta quer em termos de custos. Os preços
começam em 49 euros – mais seis euros para portes de envio, para
Portugal continental.

De resto, é tudo automático desde o momento em que o cliente
submete as fotografias. O pedido lança um alerta aos designers,
adaptando-se à agenda inserida no portal. No prazo máximo de 72
horas – o normal são 24 horas – o cliente recebe o álbum para
aprovar ou sugerir alterações. “A maioria, mais de 70%, fica
satisfeita com a primeira proposta”, garantem os sócios.
Aprovado e pago o trabalho, a ordem de impressão segue para o
parceiro Dreambooks, que imprime e envia o produto ao cliente no
prazo máximo de seis dias úteis. “A parceria é benéfica para
ambos: liberta-nos da logística e dá trabalho à Dreambooks. Quando
fizemos a proposta aceitaram logo – só tiveram pena de a ideia não
ser deles”, conta Romeu.

Esta semana, o site entra no ar em inglês e espanhol, para captar
mais clientes fora do país. “O Alboompic não tem concorrência,
mas até seria bom ter, para ajudar a transmitir o conceito e criar
mercado”, diz Romeu. “Investimos o máximo no serviço e
temos a certeza de que os clientes nos recomendam.”

Retrato

O Alboompic faz álbuns para comemorações, temáticos ou até
portfólios profissionais. O site está online desde julho de 2011 e
já produziu mais de uma centena de trabalhos, sendo quase todos os
clientes recomendados entre amigos – em Portugal, em França e na
Suíça. O investimento inicial foi de 20 mil euros (no site). A
versão do site em inglês e em espanhol é lançada esta semana.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: Artur Machado/Global Imagens.

Donos de alojamento local contestam agravamento das tarifas da água

Miguel Pina Martins, CEO da Science4you.

(Nuno Pinto Fernandes/Global Imagens)

Science4you quer alargar prazo da oferta pública até fevereiro

(Carlos Santos/Global Imagens)

Porto de Setúbal: Acordo garante fim da greve às horas extraordinárias

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Os melhores momentos passam a livro