Pão fresco em casa todas as manhãs? Plataforma portuguesa iPão já opera em várias cidades

Um empreendedor de Vila Nova de Famalicão lançou uma plataforma online que recupera a tradição da entrega de pão fresco porta a porta e que já "opera" em várias cidades do Norte, anunciou hoje o município.

Em comunicado, a Câmara refere que a ideia surgiu em outubro de 2019, quando ainda não se falava de covid-19, mas entretanto ganhou outro fôlego com a pandemia e os confinamentos dela decorrentes.

A plataforma iPão.pt arrancou em 32 freguesias de Famalicão e garante entrega gratuita entre as 05:00 e as 09.00, tendo entretanto chegado a outras cidades, como Porto, Matosinhos, Leça da Palmeira, Maia, Vila Nova de Gaia, Valongo, Ermesinde e Vila do Conde.

"A curto prazo, o objetivo passa por aumentar a cobertura nos concelhos onde já estamos, procurando chegar ao máximo de freguesias possível, e abrir mais cinco grandes cidades, nomeadamente Lisboa", revela o autor da ideia.

Citado no comunicado, Pedro Marques, de 35 anos, acrescenta que a plataforma está preparada para começar a vender, de um dia para o outro, em qualquer cidade.

"O que demora mais é encontrar o parceiro ideal. Mas, depois de isso acontecer e de a informação ser ativada na plataforma, ele começa a vender pão no dia a seguir", refere ainda.

De acordo com Pedro Marques, ainda não houve um único dia em que os parceiros não tivessem pedidos de clientes novos.

"Temos uma estratégia de exclusividade que lhes dá segurança para acreditarem no projeto", aponta.

Pedro Marques garante que o projeto foi pensado "muito antes" de se falar em pandemia e não foi lançado com esse propósito, mas o confinamento deu um "impulso inesperado" ao negócio.

O utilizador da plataforma iPão, disponível em www.ipao.pt, pode escolher o tipo de produtos que quer receber, as quantidades e uma hora máxima de entrega, desde as 06:00 até às 09:00.

Neste momento, no conjunto das cidades cobertas pelo serviço, há mais de 200 produtos disponíveis, de padaria e pastelaria.

A entrega, assim como a produção do pão e de outros produtos de pastelaria, é assegurada pelas padarias parceiras do serviço, um processo parecido ao utilizado por plataformas como Uber Eats ou Glovo.

"Na prática, a iPão serve como ponte que liga padarias que fazem entrega de pão fresco e têm frotas definidas aos clientes que estão interessados em receber o produto nas suas casas", explica o comunicado.

As encomendas têm uma duração de quatro semanas e, no final desse período, a encomenda é automaticamente renovada para as quatro semanas seguintes.

Nessa altura, o cliente pode cancelar ou alterar a encomenda.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de